Barcarena (PA) – MPPA denuncia nove envolvidos no caso do naufrágio do navio Haidar

0
129

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) por meio do 1° promotor de Justiça de Barcarena, Daniel Henrique Queiroz de Azevedo, ofereceu nesta quarta-feira (19) denúncia contra cinco pessoas e quatro empresas pelo naufrágio do navio Haidar, pelos crimes de maus tratos (majorado), poluição ambiental (qualificada) e deixar de cumprir obrigação de relevantes interesses ambiental, todos previstos na Lei Federal nº 9605/98, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. Os denunciados foram responsabilizados pelo ocorrido no episódio do naufrágio do navio libanês N/C Haidar, no dia 6 de outubro de 2015, no Porto de Vila do Conde, em Barcarena.

As cinco pessoas denunciadas pelo Ministério Publico do Estado são: Barbar Abdulranhman, capitão da embarcação Haidar, Husseim Ahmad Sleiman, proprietário da empresa Tamara Shipping Co Ltda, Parsifal de Jesus Pontes, presidente da Companhia Docas do Pará (CDP), Jerferson Moraes de Assunção, sócio administrador da empresa Norte Trading Operadora Portuária Ltda e Fernando Galleti de Queiroz, diretor presidente da empresa Minerva S/A.

Por Portal da Navegação.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome