Almirante Edervaldo lotou o Salão Social do ARES Clube na Vila Naval comemorando em grande estilo os seus SESSENTÃO com muitos amigos

0
33

Ostentando a camisa do seu clube predileto de Belém, a Tuna Luso Brasileira, o vice-almirante Edervaldo – Comandante do 4º DN, comemorou em grande estilo os seus Sessentão, lotando de amigos o Salão Social do ARES na Vila Naval, com uma FEIJOADA de longo curso tipicamente carioca, caipirinha, chopp e o escocês correndo solto e generoso, como dizem os colunistas sociais. Animação tomou conta a tarde toda, embalada com aquele samba carioca muito especial.
O aniversariante e a sua bela esposa Luene e filhos, receberam, todos seus convidados com aquela gentileza que é peculiar da família de Edervaldo. Alguns flashes do importante acontecimento, feitos por Luiz Celso, especialmente para a coluna.

Grupo BAP, que reúne Práticos da Amazônia, anunciando investimentos no Amapá

O Grupo Bacia Amazônica Práticos-BAP, através da sua diretoria, a frente o seu diretor presidente Adônis Pessoa Junior, esteve reunida com autoridades em Macapá recentemente, oportunidade em que apresentou investimentos e projetos que visam aprimorar a sua atuação no Estado. Como se sabe, o Grupo BAP, atua na Zona de Praticagem-01, que abrange três estados, Amapá, Pará e Amazonas, assessorando os Comandantes na condução de navios, pelo rio Amazonas e seus afluentes até a cidade de Itacoatiara.
Aliás, na oportunidade, o Grupo BAP inaugurou a Lancha “BAP AMAPÁ”, considerada como a mais moderna do seu gênero no Brasil. Na ocasião foram anunciados também outros grandes projetos que serão colocados em Prática por esse Grupo, que reúne abnegados “Anjos da Guarda” do Patrimônio Público e Privado, que são os Práticos.

BEIRA DO CAIS

Já estão acusando o PRÁTICO de serviço pelo abalroamento do navio de cabotagem “Mercosul Santos” com o comboio fluvial Bertolini. Isto é improcedente, porque o resultado oficial ainda não saiu. Depois eu volto ao assunto.

Elogiável sobre todos os aspectos o trabalho da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental-CPAOR, que proporcionou a melhor organização de todos os anos com relação a Romaria Fluvial, realizada ontem no trecho Icoaraci/Escadinha do Cais do Porto.

Os boatos continuam com relação aos dois deputados federais que em conjunto reivindicam uma diretoria da CDP-Companhia Docas do Pará. Um indicará o Diretor e outros cargos em comissão da mesma, ou seja, os mais bem remunerados. Não será fácil.

O Vice-Almirante Edervaldo, Comandante do 4º DN, continua trabalhando focado para a instalação do Esquadrão de Helicópteros e o funcionamento da Rádio Marinha – FM, sendo uma em Belém, e outra em Santarém, tudo poderá acontecer até o final do ano.

A primeira “bronca” já está acontecendo em direção ao DNIT-Ministério dos Transportes, em relação à dragagem do rio Madeira, irregularidades já foram detectadas pelo Tribunal de Contas da União-TCU. Essa dragagem é para aumentar a profundidade do rio em três metros.

Estão previstos importantes investimentos por parte da Praticagem-ZP-1 na área da Fazendinha no estado do Amapá. Como se sabe a ZP1 tem papel de extraordinária importância na condução dos navios que demandam o rio Amazonas através do Canal Norte.

A Base Naval de Val-de-Cães, que tem hoje no seu Comando o dinâmico CMG José Eduardo Vieira, está funcionando a todo vapor, sendo inclusive bastante solicitada para serviço extra-Marinha, tem o maior dique, entre Salvador – BA e o Caribe.

A nota triste da semana foi o brusco falecimento do nosso amigo empresário Osmar Simão, que era genitor da empresária nossa amiga Drª. Andréa Rebelo, esposa do nosso muito estimado empresário Carlos Cabral Rebelo, presidente do Grupo ICCAR.

Ainda existem dois catamarãs da classe “PARÁ”, que pertenceram a ENASA, que ainda poderão voltar ao trafego, são eles o “Amapá” de classe popular e o “Amazonas” de classe turística, hoje desativados, ambos também construídos em Niterói. Eu volto.

Muita gente sentindo a ausência do circuito ligado ao setor naval e de outros eventos na área fluvial do conceituado armador e empresário Cipriano Sabino de Oliveira, grande fundador do Grupo SANAVE, primeiro e único a operar um navio fluvial roll-on-roll-off na Amazônia.

Nosso velho amigo armador e empresário Mariano Rebelo, e sua bela esposa Fátima Rebelo, casal hoje radicado em Manaus, estiveram “bordejando” pela capital paraense. Ele foi o segundo paraense a exercer a presidência da SOAMAR-BRASIL.

O grande evento neste mês de outubro no setor será a comemoração dos 125 anos no próximo dia 18 da nossa Universidade do Mar, o poderoso CIABA-Centro de Instrução “Almirante Braz Aguiar”, que tem no seu Comando, o dinâmico CMG Fábio da Silva Andrade. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
27 − 25 =