Tribunal de Contas da União vê irregularidade em obra no rio Madeira sob a responsabilidade do DNIT – Ministério dos Transportes

0
23

Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) preste esclarecimentos sobre obra de dragagem do Rio Madeira, entre o Amazonas e Rondônia. De acordo com o TCE, o Dnit deve esclarecer pontos como inconsistências em estudos preliminares, equipamento apropriado em duplicidade, além de ausência de pesquisas de preços em desacordo com decisões anteriores do TCU.
De acordo com o TCU, as obras já custaram R$ 53 milhões aos cofres da União e visam à melhoria da navegação do Rio Madeira durante o período da vazante, principalmente, para escoamento de grãos da Região Centro-Oeste do País. A dragagem deve aumentar a profundidade do rio em até três metros, em nove trechos que compreendem 1 milhão de metros cúbicos.

Bons tempos

Na foto do arquivo da coluna, aparecem cinco navios “boiadeiros” operando no porto de Belém simultaneamente no embarque de bois vivos na maioria para o Líbano. As operações desses navios no porto de nossa capital, foram suspensas por uma decisão da Justiça, a pedido dos donos dos restaurantes que funcionam na Estação das Docas.

Linha Direta

No ultimo sábado justamente em meio a Romaria Fluvial, recebemos atencioso telefonema do nosso muito estimado amigo vice-almirante Alípio Jorge Rodrigues da Silva, desejando um feliz Círio de Nazaré. Ele não esquece seus amigos de Belém.

Parabéns

O GIGANTE merece parabéns justamente com toda sua equipe, ele que é o dinâmico Comandante da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR – Capitão-de-Mar e Guerra Santiago, pela irrepreensível organização da Romaria Fluvial. Foi nota 10.

Bordejo

O nosso amigo professor Dr. Mecenas Gonçalves, já está afivelando as malas para um bordejo pelo Rio de Janeiro. Na sua agenda a vista principal será ao seu amigo Almirante Alípio Jorge Rodrigues da Silva – Comandante-em-Chefe da Esquadra.

Destaque

Os bons sempre voltam. O Oficial Superior da Reserva da Marinha Mário Rubens Gonçalves continua dando o brilho da sua capacidade ao Hospital Naval de Belém – HNBe que hoje do seu gênero, está entre os melhores do Brasil. Mário Rubens é gente da melhor qualidade.

Homenagem

Logo mais em cerimônia militar presidida pelo Almirante Edervaldo – Comandante do 4º DN e pelo CMG Vicente Garcia do HNBe, diversas personalidades civis e militares de nossa capital estarão sendo homenageadas com o Diploma de Amigo do Hospital Naval.

MARESIAS

A empresa de navegação ARAPARI em função que ao longo dos anos vem contribuindo para o desenvolvimento do nosso estado, merece uma atenção especial por parte do Governo. Sem comentários no momento, porque depois eu volto. Eleições a vista.

Nosso bom amigo de muitos anos Dr. Paulo Roberto Brandão, hoje radicado em Manaus, assumirá importante função a convite do seu amigo Amazonino Mendes, novo Governador do Amazonas. Depois eu conto.

Na ponta da linha o culpado pelo acidente que ocorreu no rio Amazonas, envolvendo o abalroamento do navio porta – contêiner “Mercosul Santos” da empresa Mercosul Line e o Comboio Fluvial de propriedade da empresa fluvial de Manaus Bertolini.

Hidrovias do Brasil, cada vez mais se destacando na Amazônia operando com navios de grande porte no transporte de bauxita na rota de Porto Trombetas/Vila do Conde, e também no transporte de grãos utilizando super – comboios fluviais. Muito bom.

Professor Mecenas Gonçalves, recebendo hoje o Diploma de Amigo do Hospital Naval de Belém, juntamente com outras personalidades civis e militares de nossa capital.

Previstos grandes investimentos para o próximo ano na área da ZP-1, como já foi anunciado pelo Grupo BAP (Bacia Amazônica), isto será muito bom os serviços de Praticagem, como em qualquer parte do mundo, tem extraordinária importância na Amazônia.

Muito original o convite do CIABA – Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar” para a cerimônia alusiva aos seus 125 anos que acontecerá no próximo dia 18 deste mês.

Anotem para confirmar brevemente. O PHD Comandante/Prático Gustavo Martins antes do final deste ano poderá receber o Diploma de “Cidadão do Pará”, ele que é o presidente do CONAPRA – Conselho Nacional de Praticagem, com sede no Rio de Janeiro.

Nosso bom amigo Comandante Álvaro Almeida, já voltou ao batente, com muita força e vigor, ontem ele manteve em linha direta, contato com o colunista. Muito bom.

Dizem, não sei… que a CDP-Companhia Docas do Pará, está sem representante do trabalhador junto ao CONSAD, isto desde a renuncia do representante, alguns meses passados.

Práticos da ZP-1, (Rio Amazonas) muito bem organizados em diversas empresas, todas em conjunto estão investindo na área em que operam, oferecendo com isto o melhor para os seus clientes, ou seja, as grandes empresas de navegação nacionais e estrangeiras.

BEIRA DO CAIS

Está ai no que deu a presença do “Golfinho” na linha direta Belém/Soure/Belém, por pouco o pior não aconteceu. Deveriam ser penalizados, os responsáveis pela entrada de embarcação desse tipo na referida rota. Com vidas não se brinca. Depois eu volto com os devidos detalhes, porque do assunto nos entendemos. Também.

Na rota Santos/Guarujá/Santos. Hoje também operam catamarãs no transporte de passageiros, construídos por um estaleiro paraense para o Governo do Estado de São Paulo, este, porém, com estrutura especial, que já consignaram muitos elogios, o que não acontece com alguns que operam na Amazônia, construído em estaleiros improvisados.

Nosso bom amigo empresário engenheiro Carlos Nascimento, recebeu um grupo seleto de amigos no ultimo sábado para assistirem a passagem da Romaria Fluvial, do seu AP com vista para a baia de Guajará. Problemas de ultima hora impediu o colunista de atender o atencioso convite. Ele que retornou recentemente dos Estados Unidos.

Na verdade a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR tem um GIGANTE hoje no seu Comando, porque a “Barra tem sido muito pesada”, em função de diversos acidentes que tem acontecido também na área da sua jurisdição, por falta de responsabilidade, especialmente por parte dos próprios proprietários das embarcações.

O colunista como sempre bem informado, sabe que tem gente grande tentando junto aos órgãos competentes, um novo Concurso para Praticantes de Prático, acontece que o numero de Práticos em todas as ZPs (Zonas de Praticagem) estão com o seu quadro além do necessário, muito especialmente aqui na Amazônia. Depois eu volto ao assunto. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
3 + 16 =