Grupo NORTE-Operador Portuário maior do Pará

0
83

Trabalho dinâmico do empresário Washington Cordeiro colocou o Grupo NORTE que funciona em Barcarena na área de Vila do Conde, como o maior OPERADOR PORTUÁRIO DO PARÁ. Isto em apenas 10 anos de atuação, com atuação também focada para o setor de saúde, mantendo sob o seu Comando o Hospital São José o melhor segundo pesquisa de todo médio e baixo Tocantins, colaborando de maneira destacada para o desenvolvimento da região.
Na foto o presidente do Grupo NORTE empresário Washington Cordeiro, filho, auxiliares e o colunista, quando das comemorações dos 10 anos desse importante Grupo, que relevantes serviços vem prestando ao Pará. (Foto: Luis Celso).

Diretor de Hidrografia e Navegação da Marinha com o colunista

Um dos bons amigos do colunista vice-almirante Marcos Sampaio Olsen, atualmente exercendo as funções de Hidrografia e Navegação da Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro, onde exerce um excelente trabalho, ele inclusive foi colega do Colégio Naval em Fortaleza de outro amigo do colunista, que é o engenheiro Kleber Menezes, atual Secretário de Transportes do Governo do Estado do Pará, eleito por sinal o Engenheiro do Ano – 2017 pelo Clube de Engenharia do Pará.
O Almirante Olsen esteve pela ultima vez em Belém, quando da realização do Congresso promovido pela SOBENA na Estação das Docas. Ele aparece na foto com o colunista. Aliás, não será surpresa para o colunista se brevemente assumir uma outra função. Mais um furo nacional que será dado pela Coluna. (Foto: Luiz Celso).

A primeira bela aniversariante do ano ligada ao setor, Drª. Luene, Primeira Dama di Comando do 4º Distrito Naval, que aparece na foto com o seu alinhado esposo, nosso muito estimado vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho. Para ela um pouco atrasado, vai o meu abraço e uma rosa, ele que é a dinâmica Diretora da Secção Pará das Voluntárias “Cisne Branco”.

Estaleiro paraense RIO MAGUARI destaque internacional

Através do estaleiro paraense RIO MAGUARI, a indústria naval brasileira, foi o destaque internacional, participando com um movimentado STAND na maior Feira da Indústria Naval do Mundo nos Estados Unidos. Seu trabalho na Amazônia foi destaque nas mais importantes publicações ligadas ao setor do mundo.
Representado pelos engenheiros navais Bruno Gueiros e Fábio Vasconcellos, ultimo na foto com o colunista, mostrou o seu pujante trabalho em uma região onde está o maior rio do mundo, através de grandes comboios fluviais que levou a sua assinatura para importantes grupos internacionais presentes na Amazônia. (Foto: Luis Celso).

MARÉ ALTA
O SINDARPA-Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial Lacustre e das Agências de Navegação do Estado do Pará. Continua de portas abertas para os seus associados, procurando sempre solucionar todos os problemas. Isto é muito bom. Nota 10.

MARÉ BAIXA
O embarque e desembarque de passageiros fluviais sem condições mínimas de conforto e segurança atrás dos “portinhos” improvisados no litoral da Avenida Bernardo Sayão-Estrada Nova. Uma providência se faz necessária para coibir essa prática perigosa.

MARESIAS

O Almirante-de-Esquadra Fernandes, depois de 45 anos deixou o serviço ativa da Marinha do Brasil. agora no “PIJAMA” vai ser o Representante do Brasil junto a IMO em Londres.

Dentro de mais três anos estará comemorando 70 anos de atividades, em defesa da navegação fluvial do Estado do Pará, tendo a frente o armador Eduardo Carvalho.

A grande revelação portuária de 2017 do setor nacional, o Dr. Luiz Otávio de Oliveira Campos – Secretário Nacional de Portos, um verdadeiro PHD no assunto.

Tudo indica que o maior acontecimento da Amazônia do setor aquaviário e de logística da Amazônia será o TRANS-2018, que será promovido no HANGAR pelo SINDARPA.

Dizem, não sei. Que a DTA-Engenharia vai cumprir religiosamente com aquilo que prometeu quando de importante encontro realizado no ano passado na FIEPA. Tomara.

Sem duvida alguma, o maior acontecimento em 2017 no setor da navegação fluvial, foi sem duvida alguma a entrada em trafego na rota do Marajó do ferry- boat “São Gabriel”.

Dia 18 deste mês o nosso muito estimado amigo CMG Fábio de Andrade, estará deixando o Comando da nossa Universidade do Mar o poderoso CIABA. Dever cumprido.

Encerrou com três nomes disputando a presidência da CDP-Companhia Docas do Pará. O interessante de tudo, é que o convidado oficialmente não aceitou. Tenho o nome e sobrenome.

Dentro de mais alguns dias novos PRÁTICOS estarão na escala da ZP-1 (Rio Amazonas). Enquanto isto, mais Praticantes iniciam o estágio a bordo dos navios.

Comandante Álvaro Almeida, presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante, ainda não perdeu as esperanças de conseguir um Navio-Escola para a Marinha Mercante.

A Escola “Almirante Renato Guillobel” emplacou mais uma vez um dos primeiros lugares em todo Estado do Pará, trabalho do Profº. Valdemir Oliveira.

Tem gente da Marinha servindo em Belém, que não vai demorar muito a ganhar as duas estrelas, mas isto o colunista vai dar em absoluta primeira mão. Anotem.

Com Aviso aos Navegantes. Com certeza, no decorrer deste ano, o Comando do 4º DN vai contar com duas Rádios-FM (Marinha), uma em Belém e outra em Santarém. Anotem.

Portal da Navegação voltou com força total, trazendo diariamente importantes informações ligadas ao setor, não só regional, mas também nacional. Muito bom.

Providências já estão sendo tomadas para a realização da dragagem da bacia de manobras do porto de Belém, fruto do trabalho do atual Secretário Nacional de Portos. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
18 × 27 =