Governo coloca R$ 1,2 bilhão em duas embarcações

0
65
Marinha Mercante é principal financiador de navios para cabotagem

Paula Cristina

São Paulo (SP) – O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, anunciou ontem a entrega, ainda este mês de duas embacarcações financiadas pelo Fundo Marinha Mercante (FMM), que somam R$ 1,25 bilhão de investimentos do governo federal para o setor naval, no estado.

A notícia foi dada em Pernambuco, onde o chefe da pasta visitou o estaleiro Atlântico Sul, no Complexo Portuário de Suape, em Ipojuca (PE).

Para Casimiro os recursos fazem parte de uma ação conjunta do governo federal para incentivar este mercado, que foi um dos primeiros a serem desenvolvidos no País, ainda no século XVII. “Temos a consciência de que o momento da indústria naval é bastante desafiador e exigirá ações estruturantes. Sendo assim, o Ministério dos Transportes está empenhado em resgatar o setor. Por isso, estamos mantendo um diálogo com o governo federal para formular políticas que dinamizem o segmento.”

Casimiro lembrou que, entre 2010 e 2017, o FMM financiou a construção de 510 embarcações em estaleiros brasileiros. Só em Pernambuco, foram 2 estaleiros e 23 embarcações. Os navios modelos Aframax e PLSV (Pipe Laying Support Vessel, na sigla em inglês).

Cada uma das embarcações teve 90% dos seus custos financiados pelo FMM, sendo o restante pela Transpetro e outro pela Dofcon.

“O FMM tem financiado a construção de embarcações de grande porte para a atividade de apoio offshore e cabotagem que são fundamentais para o processo de produção e distribuição de petróleo, derivados, além do incentivo à atividade econômica do Brasil”, diz.

Em março deste ano, em reunião do Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM), foram aprovados R$ 5 bilhões para financiamento de projetos do setor naval com recursos do Fundo. O FMM é a principal fonte de financiamento do setor naval brasileiro. Entre 2007 e 2017 proporcionou a construção 14 estaleiros e 680 embarcações, sendo 27 delas destinadas à navegação de cabotagem.

Por Portal da Navegação, via DCI.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
4 × 8 =