Navio da Marinha conduzirá a Imagem Peregrina no Círio Fluvial 2018

0
40

Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio” completa 20 anos no traslado da Imagem

O Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) está organizando mais uma edição do Círio Fluvial 2018, que ocorrerá no próximo sábado (13), em Belém. Pelo 20º ano consecutivo, a Imagem Peregrina será conduzida no Navio Hidroceanográfico (NHo) “Garnier Sampaio”, onde estarão autoridades civis e militares, como a Procuradora-Geral da República Raquel Dodge, o Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra, Paulo Cezar de Quadros Kuster, o Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, e membros da diretoria da Festa.

Para garantir a organização e a segurança da navegação durante a Romaria Fluvial, a Marinha utilizará seis navios, nove embarcações e duas motoaquáticas. Ao todo, 500 militares trabalharão na procissão de sábado e de domingo. A proteção da berlinda, no Círio de Nazaré, é feita por Fuzileiros Navais do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas (2ºBtlOpRib).

Segurança

A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), subordinada ao Com4ºDN, vai coordenar o tráfego aquaviário durante o translado fluvial da Imagem. Esta medida visa intensificar a segurança da navegação, evitando que condutores tentem se aproximar do NHo “Garnier Sampaio”, executando manobras de risco, e ocasionar algum acidente.

Somente as embarcações que estiverem inscritas na CPAOR e estiverem com a bandeira e/ou adesivo fornecidos pela Secretaria de Turismo do Estado do Pará e entregues pela CPAOR vão participar da romaria fluvial. O material dever estar posicionado em local visível.

A Marinha orienta que os participantes do Círio Fluvial sigam a risca as regras de segurança de tráfego aquáviário: não superlotarem as embarcações, principalmente, “rabetas” e “canoas”; o uso do colete salva-vidas é obrigatório; crianças menores de 12 anos não devem ser transportadas nas embarcações que participarão da romaria. Além disso, é importante ressaltar que, por questões de segurança, os navios não poderão adentrar o isolamento feito pela Capitania.

Círio Terrestre

No dia 14, cerca de 350 militares do 2ºBtlOpRib, também subordinado ao Com4ºDN, vão formar um cordão de isolamento no entorno da berlinda que traz a imagem durante a procissão terrestre. Esta ação tem como propósito preservar a integridade da imagem e garantir o bom andamento da romaria que tem como trajeto a saída na Catedral da Sé, no bairro da Cidade Velha, com destino final na Praça Santuário, no bairro de Nazaré, em Belém-PA.

Contato:

Comando do 4º Distrito Naval

Telefones: (91) 3216-4017 / (91) 99116-1230

Email: ohana@marinha.mil.br

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
38 ⁄ 19 =