Praticagem ZP01 com apoio da Marinha do Brasil inicia testes para aumento de calado no Rio Amazonas

0
19

No último dia 22 de setembro realizou-se a primeira passagem de navio mercante com calado de 11,70 metros pela Barra Norte, rio Amazonas. Este evento consolida de forma exitosa os esforços da Praticagem da ZP01 e da Marinha do Brasil no projeto que viabiliza o aumento de calado e, consequentemente, aumenta as possibilidades de desenvolvimento da região e sua população, propiciando preços competitivos no mercado internacional, com a expectativa de implantação de novos terminais e o natural aumento da escoamento da produção do Arco Norte, enfim, emprego, renda e qualidade de vida à região.

A exemplo do que vem ocorrendo ao longo de toda a história, a praticagem sempre desempenhou papel importante e essencial no desenvolvimento da navegação na região. Desde os tempos remotos que as manobras contavam basicamente com a expertise dos antigos práticos, que, sem dispor de recursos tecnológicos, ofereciam seus conhecimentos e habilidades para viabilizar a navegação e as manobras em terminais incipientes e sem rebocadores. Desde sempre, a praticagem tem sido determinante, Investindo recursos próprios realiza frequentes sondagens para manutenção e descobertas de alternativas às adversidades da navegação do leito instável do rio, treinamento dos práticos e colaboradores, aquisição de equipamentos, guarnecimento de serviços permanentes de acompanhamento dos navios e assessoramento contínuo à Autoridade Marítima.

A partir de 2016 a praticagem iniciou esforços para o aumento de calado, com investimentos em sondagens, aquisição de um marégrafo e sua instalação em Ponta do Céu, equipamento que permite a leitura ininterrupta das amplitudes de maré, cujos dados estão disponíveis aos usuários e a Marinha do Brasil.

Em 2018, apresentou estudos ao Comando do 4° Distrito Naval, que na pessoa de seu Comandante o Vice Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, disponibilizou de imediato, a equipe do Centro de Hidrografia e Navegação do Norte para que fosse possível o planejamento das diversas fases que irão possibilitar as análises para o conhecimento do calado de navegação. Simultaneamente, novos esforços estão sendo realizados para a definição da amplitude de Maré na região, a Praticagem está investindo na contratação de técnicos e embarcações e, com o apoio e acompanhamento da Marinha do Brasil, inicia o levantamento de dados nos próximos 40 dias e, por último, o Comando do 4 Distrito Naval se prepara para iniciar a sondagem da região consolidando os dados necessários a viabilizar o maior calado que possa ser recomendado pela Autoridade Marítima.

As expectativas são muito positivas, por meio de análises dinâmicas, espera-se obter calados superiores a 12 metros durante a maior parte do ano, dados que estarão disponíveis a todos os usuários, permitindo, não somente o desenvolvimento econômico, mas a navegação na Barra Norte com precisão e Segurança.

Por Portal da Navegação, via Marinha do Brasil.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
35 ⁄ 7 =