Novo Comandante-em-Chefe da Esquadra substituirá o atual promovido a “Quatro Estrelas”

0
31

Como sempre bem informado, o colunista publica hoje o nome do substituto do Almirante Alípio Jorge Rodrigues da Silva, no Comando da Esquadra da Marinha, trata-se do nosso bom amigo vice-almirante Marcus Sampaio Olsen, ele que esteve em nossa capital, quando do Congresso Internacional de Transportes Marítimos Fluviais e Offshore, promovido pela SOBENA – Sociedade Brasileira de Engenharia Naval, no ano passado, na Estação das Docas. Ele era Diretor de Hidrografia e Navegação da Marinha no Rio de Janeiro, na ocasião.
O Almirante Alípio, agora como se sabe QUATRO ESTRELAS, vai exercer outra importante função, onde com certeza repetira o sucesso que teve nas exercidas anteriormente, inclusive no Comando do 4º Distrito Naval em nossa capital, onde por sinal deixou muitos amigos, inclusive este colunista. (Foto: Luis Celso).

ANTAQ apresentou números sobre transporte fluvial na Região Amazônica

A área de abrangência do estudo compreendeu Pará, Amapá, Amazonas e Rondônia.
Foi estimado, por ano, o transporte de 9,8 milhões de passageiros e 3,4 milhões de toneladas de cargas distribuídos pelos transportes longitudinais estadual e interestadual, além do de travessia, na Região Amazônica. Em relação ao transporte longitudinal estadual, responsável pelo transporte de 5,7 milhões de passageiros, o destaque foi o estado do Pará, que concentrou 69,5% dessa estimativa.
Os números são da segunda edição do estudo “Caracterização da Oferta e da Demanda do Transporte Fluvial de Passageiros e Cargas na Região Amazônica”, um trabalho da ANTAQ, em parceria com a Universidade Federal do Pará. na sede da Agência, aconteceu um seminário recentemente sobre o estudo, quando foram apresentados os principais dados do levantamento.

PREVbarco Belém I, atendendo ribeirinhos do Marajó em seguida partirá para Mocajuba no baixo Tocantins

A Unidade de Atendimento Móvel Flutuante – PREVbarco Belém I, vinculado a Gerência do Instituto do Seguro Social (INSS) Belém, realiza no momento a sua sétima viagem deste ano atendendo a população Ribeirinha no Arquipélago do Marajó-PA.
Como se sabe, a equipe do PREVbarco Belém I oferece os serviços, relacionados com aposentadoria por idade-rural, salário maternidade rural, pensão rural, amparo ao idoso, atualização cadastral, inscrição de contribuinte individual, calculo de Guia da Previdência Social (GPS) em atraso, emissão de extrato do Cadastro Nacional de Informações (CNIS) e orientação sobre os benefícios do INSS.
Aliás, o PREVbarco I Belém, realizará a oitava viagem para o município de Mocajuba, por ironia do destino terra natal deste colunista, quando atenderá no período de 26 de novembro até 7 de dezembro, por sinal véspera da festa da nossa Santa Padroeira Nossa Senhora da Conceição.

BORDEJANDO

O grande empresário Washington Cordeiro (leia-se NORTE), já está bordejando por Vila do Conde.

O ex-presidente da SOAMAR Raul Moreira indicou Helena Moscoso e Marco Aurélio para Amigos da Marinha.

Belém, nos bons tempos, chegou a ter 16 Agências de Navegação, sendo duas estrangeiras.

Praticagem da Barra em contagem regressiva para a inauguração da bela sede.

Parsifal Pontes em preparativos para voltar a presidência da Companhia Docas do Pará -CDP.

Aliança e Mercosul Lines estão liderando de ponta a ponta o transporte de cabotagem.

No próximo Governo do Estado, o Navio fluvial “Barcarena” com certeza não vai virar sucata.

Muita coisa vai acontecer no setor, mas isto com apoio do SINDARPA, inclusive travessias.

O Presidente do Tribunal Marítimo Alte. (RM-1) Lima Filho, agradecendo ao colunista as notas publicadas.

Nosso amigo Lúcio Vale, hoje vice-governador, muito fez pela navegação fluvial quando deputado federal.

Lamentavelmente, dois estaleiros e duas empresas de navegação na Amazônia já estão “patinando”. Triste.

Situação do PORTUS cada vez pior financeiramente, até agora nada da “grana” prometida pelo Governo.

Nosso muito estimado Almirante (RM-1) Edlander, se quiser, poderá assumir uma importante função.

Diversos Práticos da ZP-1 (Rio Amazonas) já fizeram especialização no exterior.

Aumentando cada vez mais a exportação de grãos através do Maranhão, do circuito MATOPI.

Oficiais do mais alto nível compõem o Gabinete do Almirante Edervaldo, no 4º Distrito Naval.

No próximo mês de dezembro, formatura no CIABA, com a presença do Comandante da Marinha.

MARESIAS

Se todos os Comandantes de embarcações de passageiros na Amazônia fizessem o mesmo que fez, o bom caráter Antonio José de Carvalho Rodrigues, poucos acidentes aconteceriam por excesso de passageiros. Perdeu o emprego, mas salvou muitas vidas. A recompensa melhor chegou através do Tribunal Marítimo. Nota mil.

O armador e empresário bem sucedido, economista Eduardo Carvalho, PHD em assuntos aquaviários, presidente do SINDARPA-Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre do Estado do Pará, se aceitar poderá exercer a partir do próximo ano, uma importante função pública. Ele, por sinal, transitará muito bem no Planalto.

Com certeza absoluta, tão cedo não terá um novo Concurso para Praticantes de Práticos através da DPC-Diretoria de Portos e Costas, uma vez que todas as Zonas de Praticagem estão no momento com os seus efetivos até além do necessário, e ainda têm Praticantes fazendo o estágio para obtenção da Carta de Prático.

Muita gente não sabe, mas o engenheiro naval Vitório Egashira, naquela sua modéstia, hoje atuando no conceituado Grupo GDIAS, é uma das maiores expressões da engenharia naval brasileira. Ele já atuou em importantes empresas públicas e privadas. FROM do Instituto de Pesquisas Técnicas de São Paulo.

Descaso. Até hoje a casa onde funcionou por muitos anos a ARCON, órgão do Governo do Estado, mesmo não funcionando mais ali (Rua dos Tamoios), ainda continua com o nome da entidade, que hoje funciona na Rua dos Pariquis. Está é a segunda observação da coluna, sem que uma providência fosse tomada por quem de direito.

Continua sendo destacado nas publicações especializadas do Brasil, o extraordinário trabalho do atual Secretário Nacional de Portos, por sinal um paraense, Dr. Luiz Otávio de Oliveira Campos, ainda recentemente a “Tribuna de Santos” fez uma especial reportagem, que inclusive destacava o seu trabalho na área portuária no Brasil.

No início do próximo ano, se não ocorrer acidente de percurso, mais um confortável e veloz catamarã, estará com capacidade para 300 passageiros, estará iniciando as suas operações na linha Belém/Manaus/Belém, com escalas em diversos portos intermediários do baixo Amazonas, inclusive, com restaurante funcionando.

O bom caráter grande companheiro Luiz Omar Pinheiro, um reserva moral da Praticagem na Amazônia, presidente da NORTEPILOT, espera, acompanhado deste colunista, fazer a entrega pessoalmente ao Comandante da Marinha Almirante-de-Esquadra Eduardo Bacellar Ferreira, de um documento Histórico ligado ao setor. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
25 + 27 =