Temporada de cruzeiros 2018/2019 tem crescimento de 15% em relação à 2017/2018

0
8
MSC Seaview está entre os navios da temporada de cruzeiros no Brasil

Antonio Gomes

Dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Brasil) mostram que a temporada de cruzeiros 2018/2019 terá aumento de 15% em relação à temporada anterior. Sete transatlânticos vão oferecer, juntos, 500 mil leitos em 133 roteiros com 585 escalas pela costa brasileira ao longo dos próximos quatro meses.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, acredita que a retomada do crescimento no segmento mostra o grande potencial de mercado dos cruzeiros marítimos no País. “O segmento está criando ferramentas para voltar a ocupar o espaço que já teve no mercado. Em matéria de políticas públicas, a atividade é prioridade estratégica da economia turística. Sabemos que cada passageiro de um grande navio chega a gastar R$ 515 por dia nas escalas. É um consumidor de turismo que estamos recuperando”, analisa Lummertz.

Nesta temporada, os navios MSC Seaview, MSC Poesia, MSC Fantasia e MSC Orchestra, Costa Favolosa, Costa Fascinosa e Pullman Sovereign oferecem 133 roteiros diferentes. O aumento na oferta de leitos significa mais passageiros e, consequente, mais empregos. Para o período 2018/2019, devido ao aumento de 15% na oferta de leitos, a expectativa é gerar acima de 30 mil postos de trabalho.

Segundo o presidente da CLIA Brasil, Marco Ferraz, o aumento vai refletir em todos os indicadores: na temporada passada, foram criados 27 mil empregos, com impacto econômico estimado em R$ 1,8 bilhão. “Já a temporada atual poderá ter impacto superior a R$ 2 bilhões na economia brasileira, considerando o aumento no total de cruzeiristas embarcados”, avalia.

O MTur trata o segmento náutico como prioridade estratégica da economia turística. Até 2017 a Pasta repassou R$ 261 milhões em recursos para ações que beneficiam orlas marítimas e fluviais e serviços relacionados ao turismo nessas regiões – como projetos de construção e reforma de portos, píeres, marinas, cais, atracadouros, urbanização de áreas portuárias e de orla de lagos e rios em todo país.

Por Portal da Navegação, via M&E Mercados&Eventos.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
18 ⁄ 3 =