07/01/2019 (TERÇA-FEIRA) – Edição “OURO” da Revista Rumos Práticos comemorandoa sua 50ª publicação editada pelo CONAPRA

0
28

Consideramos de “OURO” a 50ª publicação da importante revista Rumos PRÁTICOS, que chegou para o colunista, enviada pelo CONAPRA – Conselho Nacional de Praticagem que funciona no Rio de Janeiro, a referida edição trás importantes reportagens voltadas para o setor de Praticagem, com grande destaque o ultimo Congresso de caráter internacional promovido em SENEGAL e que contou com uma especial representação brasileira tendo a frente o ilustre presidente do CONAPRA Comandante/Prático Oficial Superior da Reserva da Marinha (PHD) Gustavo Henrique Alves Martins, que aparece na foto com o colunista.
A Amazônia, que tem o privilegio de ter a maior Praticagem do mundo, contou no Senegal quando do evento, com o seu representante, outro senão o Prático Ricardo Augusto Leite Falcão, que faz parte da ZP-1 (Rio Amazonas) exercendo função internacional na IMPA.

Armação Fluvial de Santarém vai reivindicar um Terminal

A armação fluvial da cidade de Santarém, vai oficialmente solicitar ao novo Governador do Estado Helder Barbalho, que através da CPH – Companhia de Portos e Hidrovias, que seja abreviada a construção do Terminal Hidroviário de Passageiros, a altura das suas necessidades.
Justifica-se aquilo que muita gente desconhece, existem registradas na Capitania Fluvial desse município do Tapajós mais de 11 mil embarcações especializadas nos transportes de cargas e passageiros. Reivindicação que com certeza será atendida.

Transportes agora está vinculado ao Ministério da Infraestrutura

Com as mudanças do novo Presidente da República e conseqüentemente a criação de novos Ministérios, o de Transportes, foi absolvida pelo Ministério de Infraestrutura, que tem como titular, Tarcisio Gomes Freitas, que com certeza ainda no decorrer deste mês estará iniciando ad devidas mudanças, mais com certeza nem todas acontecerão.
Como se sabe, do Ministério dos Transportes, faziam parte diversas Secretarias, inclusive a de Portos, cujo titular Dr. Luiz Otavio de Oliveira Campos, vinha desenvolvendo um extraordinário trabalho em todas as direções do Brasil. Resta agora aguardar os acontecimentos.

Marinha do Brasil na Amazônia é a nossa grande Força

A MARINHA DO BRASIL tem papel importantíssimo em todas as direções da Amazônia, o que seria a nossa região sem ela. Para se ter uma idéia do seu papel importante, diversos Navio – Hospitais com Médicos, Odontólogos, Farmacêuticos e Equipes Laboratoriais, permanentemente estão atendendo os ribeirinhos carentes dos diversos rios.
A Marinha, para quem não sabe, já habilitou até indígenas inclusive do alto Juruá e Tarauacá, através de cursos ministrados por equipes da quase secular Agencia Fluvial da cidade amazonense de Eirunapé. Uma grande Força sem duvida.

MARESIAS

A qualquer momento teremos novidades sobre o setor portuário do País, agora que no novo Governo passou a fazer parte do Ministério da Infraestrutura.

Hoje o destaque especial vai para o engenheiro e empresário Carlos Nascimento, um dos mais ativos soamarinos, que muito vem contribuindo para o sucesso da SOAMAR – Belém.

Uma ausência muito sentida vem sendo do empresário Carlos Cabral Rebelo, armador fluvial, hoje empresário bem sucedido do setor de comercialização de combustíveis.

Ele que foi inclusive Diretor da REICON, tendo também exercido com extraordinário destaque a presidência da SOAMAR. Seu trabalho foi muito bom, marcado com muitas realizações.

Com a instalação do Esquadrão de Helicópteros da Marinha em Belém, o Comando do 4º Distrito Naval terá condições de dar melhor apoio na sua área de Jurisdição.

Muito elogiado o trabalho da HENVIL Transportes, no feriadão de final de ano e inicio do ano, a movimentação de passageiros na rota do Marajó foi muito grande sem problemas.

O colunista agradece a Camila Navegação, a remessa de especial brinde, de muita importância para o nosso trabalho. A Camila opera também nos serviços de travessias.

Por falar em serviços de travessias, vem novidades sobre o assunto a caminho, mais isto depois eu conto, com o desenrolar do assunto que já chegou na “beira do cais”.

Até hoje a cábrea “Rio Branco” da CDP – Companhia Docas do Pará, continua na mesma posição. A CPAOR, já solicitou sua retirada, mais até agora não foi atendida.

A META foi à empresa que mais cresceu na área de operações fluviais, marítimas e de operações portuárias, isto graças a uma excelente equipe comandada pelo Marcão.

Ontem já corria solto no setor no Rio de Janeiro, que o novo Governo Federal, já pontuou na lista das privatizações a TRANSPETRO, que tem a maior frota mercante do Brasil.

Até o momento nada foi comentado no setor, quanto à retirada do Pedral do Lourenço, providencia essa, que permitirá a livre navegação através da Hidrovia do Tocantins. (AS)

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
28 + 15 =