Assumiu o novo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Norte em nossa capital

0
56
Momento solene, quando da posse do novo Comandante do GPNN
O novo Comandante do GPNN, esposa Alexandra e filha Isabella.

Em significativa cerimônia militar realizada a bordo do Navio-Auxiliar “PARÁ”, presidida pelo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, tomou posse o novo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Norte – Capitão-de-Mar e Guerra Robledo de Lemos Costa de Sá, em substituição ao seu colega de igual patente Ricardo Jaques Ferreira, que, por sinal, marcou o seu trabalho com muitas realizações, inclusive em outras importantes funções exercidas antes na área do 4º DN.
O novo Comandante do GPNN, não é nenhum estranho, já serviu em Belém com certeza dará continuidade ao grande trabalho do seu antecessor, que partirá para o Rio de Janeiro para mais um Curso de grande importância. Dois flashes do evento, feitos por Luiz Celso.

Cabotagem e longo curso – Belém já contou com mais de 60 empresas de navegação

Parece até inacreditável, mas Belém já contou com mais de 60 empresas de navegação, não só fluviais, mas também de cabotagem e longo curso, que atendiam todos os rios da Amazônia Oriental e Amazônia Ocidental, inclusive a cidade peruana de Iquitos, através da hidrovia do Solimões, e ainda o Mercosul, Europa e Costa Leste dos Estados Unidos.
Os navios fluviais mais luxuosos do Brasil operaram com a bandeira dos SNAPP/ENASA, todos eles construídos em Amsterdam na Holanda.

Praticagem da Barra – empresa secular merece o Prêmio ANTAQ

Hoje a Praticagem da Barra do Pará, conta com mais de 30 PRÁTICOS, uma organização irrepreensível, que relevantes serviços têm prestado para o desenvolvimento do nosso Estado, seus Projetos são todos voltados para a segurança e defesa do meio ambiente num trabalho que envolve uma absoluta parceria com a Marinha do Brasil. Por tudo de bom que vem realizando a Praticagem da Barra do Pará se faz merecedora do Prêmio ANTAQ – 2019.

Anúncio de mudanças no setor portuário

Ontem corria solto na “BEIRA DO CAIS” que no próximo dia 21, estará acontecendo novidades no CASARÃO – Companhia Docas do Pará, tendo em vista o funcionamento do Ministério da Infraestrutura, que encampou o setor portuário nacional, inclusive.
É esperada mudanças na estatal portuária, no caso a CDP com a investidura de uma nova diretoria, que segundo consta, indicada por um Deputado Federal, ligado ao novo Presidente da República. Resta aguardar os acontecimentos.

Belém necessita de pelo menos mais dois Terminais

É de absoluta necessidade a construção de pelo menos mais dois Terminais de Passageiros Fluviais, para evitar o embarque e desembarque nos “portinhos” sem a devida segurança e fiscalização melhor dos órgãos competentes.
Sobre o assunto, está na hora do Prefeito Zenaldo Coutinho cumprir sua promessa de campanha, construindo aqueles dois anunciados para a Condor – Praça Princesa Isabel e outro nas proximidades do Porto do Sal.

MARESIAS

Desta vez parece que vai mesmo acontecer a retirada do navio “HAIDAR”, naufragado há mais de três anos junto ao PÍER – 302 no porto de Vila do Conde.

A SUPERPESA, empresa vencedora da Concorrência, é nossa velha conhecida, ou seja, desde o início da construção da Hidrelétrica de Tucurui, há mais de 30 anos.

A “TRIBUNA MARÍTIMA” que foi considerada a melhor publicação do universo marítimo, fluvial e portuário do Brasil pela Escola de Comunicação – USP Campinas.

Vai comemorar neste próximo mês de fevereiro de 2019, os seus 45 anos de boa informação, sempre prestigiada pelo setor. Dizem que só dura muito o que é bom.

Hoje Belém conta com um número expressivo de embarcações de passeio dos mais variados tipos, dai porque está aumentando o número de MARINAS no litoral.

A REICON, primeiro lugar no PSNA – 2018 pela Capitania dos Portos, pioneira também no transporte de gás de cozinha (40 ANOS) sem registrar qualquer problema.

Pelo que se observa o Projeto que tramita no Senado Federal, para criação da Polícia Hidroviária Federal, não foi em frente até agora. Muito lamentável.

Diversas empresas de Praticagem, que envolvem perto de 200 Práticos, estão hoje servindo a ZP-1 (Rio Amazonas) até a cidade de Itacoatiara – Amazonas.

Nunca mais soubemos do navio fluvial “Comandante Solon”, que foi devolvido ao Governo do Estado do Amapá, em excelentes condições de tráfego pela Bom Jesus.

Sinal “vermelho” estão sendo observados pela “Dona Justa” Federal, em administrações anteriores da CDP – Companhia Docas do Pará. Sobre o assunto eu volto.

A CARGILL está investindo forte na Amazônia. Já está inclusive anunciando um novo Terminal em Porto Velho, aonde vem operando há bastante tempo. Muito bom.

O Grupo Norte Empreendimentos, voltado para Operações Marítimas e Portuárias, mantém em Barcarena um Hospital, o “São José”, o melhor do baixo Tocantins (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
26 − 1 =