Hospital Naval de Belém comemorou 60 anos de relevantes serviços prestados

0
124
Almirante Edervaldo, Diretor Klbherwal e vice-diretora do HNBe cortando o bolo comemorativo aos 60 anos.

Almirante Edervaldo, CMG Klbherwal e o representante dos Correios, com o Selo Comemorativo ao evento.

Em meio a uma significativa cerimônia militar, que teve a frente o vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º DN, foi comemorado os 60 anos do Hospital Naval de Belém, que hoje tem a lúcida direção do ilustre Capitão-de-Mar e Guerra (MD) Klbherwal Melo Farias, por sinal paraense, que vem realizando um extraordinário trabalho a frente do mesmo, aliado a uma equipe de alto nível, tanto que o referido Hospital do seu gênero, está hoje entre os melhores do Brasil.
O evento foi prestigiado por ilustres convidados civis e militares, sendo na ocasião lançado pelos Correios o Selo Comemorativo, finalizando com tradicional corte do BOLO, seguido de um congraçamento entre todos e a entrega de Diplomas de Amigo do NHBe. Discursaram o Almirante Edervaldo e o CMG Klbherwal. Dois flashes feitos por Luiz Celso, especial para a coluna.

SINDOPAR lançará em fevereiro novo ANUÁRIO

O SINDOPAR – Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Pará, que tem a direção irrepreensível do advogado Alexandre Carvalho, já está tomando todas as providencias para o festivo Lançamento no próximo mês de fevereiro do seu ANUÁRIO – 2019, considerado no eu gênero como o melhor do Brasil ligado ao setor.
Hoje o SINDOPAR, sem favor nenhum contribui para o maior destaque possível do setor portuário do Pará, sendo intransigente defensor da categoria, o que antes não acontecia.

Grandes navios sem PRÁTICOS no Rio Amazonas ficam à deriva, com certeza

Conforme comenta-se na BEIRA DO CAIS, se verdadeiro é sem duvida muita CARA DE PAU, a tentativa de uma empresa de navegação querer operar navios de grande porto no rio Amazonas, além da Marinha jamais concordar, não deixa de ser uma imprudência que traduz em ameaças inclusive ao meio ambiente.
PRÁTICOS a bordo dos navios de grande porte tanto de portos como de singradura, são indispensáveis, o Rio Amazonas, todo mundo sabe que é cheio de mistérios, só esses profissionais, tem a capacidade de conduzi-los oferecendo a segurança necessária afinal de contas com patrimônio publico e privado não se brinca. Olho vivo.

Jantar de Confraternização será no Restaurante da FIEPA

O Sindarpa – Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial Lacustre e das Agencias de Navegação do Estado do Pará, já está expedindo convites para o Jantar de Confraternização no próximo dia 25 no Restaurante da FIEPA, presidido pelo ilustre presidente da entidade armador e empresário Dr. Eduardo Lobato Carvalho. Na ocasião será feita a apresentação do “PROJETO NAVEGAR”. O evento acontecerá no dia 25 próximo as 19h00.

MARESIAS

O navio de turismo “Bremen” de bandeira alemã é o segundo da HAPAG LLOYD, com essa denominação. O primeiro por muitos vezes atracou diretamemnte em nosso porto, a Agencia Meirelles do amigo Gentil Parente, era o agente da empresa.

Na Marinha Mercante de Portugal, tem oficiais mercantes servindo nos seus navios, formados pela nossa Universidade do Mar, o poderoso CIABA – Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, que foram os melhores oficiais do mundo.

O desempenho dos PRÁTICOS do exterior é tão importante, que tem até REI, enquanto isto, aqui no Brasil esses profissionais, não tem como deviam ter o merecido reconhecimento especialmente por parte das empresas de navegação.

Depois de um giro pelos Estados Unidos, com toda sua “mobília”, já se encontra em nossa capital, o empresário e armador Relton Osvaldo Pinto, presidente do Grupo Atlântica Matapi, também vice-presidente da nossa SOAMAR – Belém.

Integridade a toda prova herança do seu saudoso genitor Coronel Raul Moreira o cedepeano Raul Ramos Moreira, sem favor nenhum é hoje uma das reserva moral da nossa CDP – Companhia Docas do Pará. No seu currículo três cursos superiores.

Por falar em CDP– Companhia Docas do Pará, um Almirante da Reserva da Marinha conforme anunciamos há cerca de dois meses passados seu novo presidente, dois deles por sinal estão no páreo, ambos não são estranhos a nossa capital.

Hoje nosso abraço, vai lá para o Mosqueiro, diretamente para o nosso leitor Dr. Mario Chermont, gente da melhor qualidade, Amigo da Marinha inclusive e nosso Confrade da Confraria dos Velhos Marinheiros, entidade que muito ajudou.

Teve grande repercussão negativa nacionalmente, empresa de navegação que opera navios de cabotagem de grande porte na Amazônia, querer navegar sem PRÁTICOS a bordo, isto seria “suicídio”, porque navios sem PRÁTICOS ficam a deriva.

Esse assunto não deveria nem ser discutido pelo órgão competente, tendo em vista a grande ameaça ao meio ambiente e as graves conseqüências que poderiam trazer. A Marinha sempre alerta, recomenda que segurança é obrigação de todos. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
24 ⁄ 8 =