SINDOPAR homenageou ex-Comandante do 4º Distrito Naval merecidamente com Sala com seu nome

0
53

O SINDOPAR – Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Pará, que tem a dirigi-lo o empresário advogado Alexandre Carvalho, quando do recente encontro de confraternização da entidade, dedicou uma especial honraria ao Vice-Almirante (RM-1), Edlander Santos, ex – Comandante do 4º Distrito Naval, denominando, uma das Salas da entidade de “Alte. Edlander Santos”, por sinal muito aplaudido na ocasião.
O SINDOPAR, graças ao trabalho da atual diretoria, do seu gênero é hoje considerado como uma das mais atuantes do seu gênero. Na foto aparece o homenageado e o Dr. Alexandre Carvalho, como não poderia ser ao contrario aconteceu um congraçamento final entre os presentes. Uma “virose” indesejável impediu a presença do colunista quando da realização do evento. (Foto: Luis Celso).

Jovem paraense é destaque do setor aquaviário nacional – Presidente do Grupo REICON

Um grande armador e empresário, por sinal paraense, tem sido de grande destaque pelas publicações nacionais ligadas ao setor, outro senão o Dr. José Rebelo III – Presidente do Grupo REICON, vice-presidente da FENAVEGA e Diretor da CNT – Confederação Nacional dos Transportes, além de participar das diretorias do SINDARPA-PA e do SINDARMA – AM. Nacionalmente sem favor nenhum, foi considerado como o maior destaque jovem do setor, virtual candidato a presidência da FENAVEGA – Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviárias do Brasil.
Ele que aparece na foto, é muito estimado em todas as direções da Amazônia estará brevemente em Belém, para participar da festa de Confraternização do SINDARPA.

Significativa Mensagem do Almirante Alípio

Significativa Mensagem foi envida Natal/Ano Novo, pelo excelentíssimo Almirante-de-Esquadra Alípio Jorge e sua distinta esposa Mara Teresa, para o colunista, um carinho muito especial, que só os grandes amigos fazem muito nos sensibilizou, os elogios inclusive ao nosso trabalho, que graças o apoio estamos caminhando para meio século, exclusivo em “O LIBERAL”.

Expectativa em todo setor portuário nacional

Reina grande expectativa em todo setor portuário nacional, aqui no Pará não poderia ser ao contrario, considerando que segundo informações precisas, a CDP – Companhia Docas do Pará, já consta da lista das estatais que serão privatizadas, ou mesmo estadualizada, esta ultima alternativa com maior possibilidade. Se qualquer uma das duas acontecer, com certeza antigos servidores efetivos e concursados, deverão ser movimentados para outras repartições, o que não será fácil, resta, portanto, aguardar os acontecimentos.

MARESIAS

Uma forte “VIROSE” tirou o colunista dos Rios e do Mar, por alguns dias, mesmo assim, não deixamos os nossos leitores totalmente a “ver navios”.

Belo Horizonte, mesmo não tendo rios ganhou uma Capitania Fluvial, muito prestigiada pelo Governador de MG. Um Capitão-de-Mar e Guerra é seu Comandante.

Teve grande repercussão nacional, o desempenho do estaleiro paraense Rio Maguari, que foi merecidamente qualificado como o primeiro do Brasil. Orgulho.

Com certeza absoluta, o navio fluvial “Barcarena” do Governo do Estado, encalhado em Miramar, com certeza tomará novo rumo no Governo Helder Barbalho.

O empresário e armador Relton Osvaldo Pinto, rompeu o Ano Novo, nos Estados Unidos, acompanhado de toda sua “mobília”, afinal de contas descansar é preciso.

A REICON empresa premiada pela CPAOR no final do PSNA – 2018, não poupa elogios a atenção especial que a Capitania Fluvial de Santarém, oferece as empresas.

Graças ao trabalho do Comando do 4º Distrito Naval, com certeza no decorrer do próximo ano a cidade de Oiapoque – AP terá a sua Agencia Fluvial. Ótimo.

O Grupo MATURU, que atende a região do Xingu, com viagens regulares, mantém o seu Terminal de Cargas e Passageiros dentro das normas da ANTAQ.

Não será nenhuma surpresa para o colunista se uma bela Oficial de Náutica, dentro das normas recomendadas, assumir o Comando de um super Comboio Fluvial.

Meu grande amigo, que vai deixar saudades, o CMG Ricardo Jaques, estará no próximo dia 10 deixando o Comando do GNPP com a consciência tranqüila do dever cumprido.

Passando mais um ano e diversos navios fluviais convencionais em ótimas condições de trafego permanecem sem operar, incrível, numa região onde os rios são as estradas naturais.

Boa notícia. A Petrobrás, neste próximo ano deverá contratar sob a afretamento um bom numero de Barcos para Apoio as Plataformas,mais empregos sem duvida.

O CLC-Comandante Ricardo Monteiro, paraense formado pelo CIABA contabilizou novos elogios da Transpetro, pelo trabalho no Comando do “NT Abdias Nascimento”. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
19 − 18 =