06/02 – Recordando a entrega de significativo Diploma concedido pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR

0
58

Recordando: Na foto o então Vice-Almirante Alípio Jorge Rodrigues da Silva, ainda no Comando do 4º Distrito Naval, fazendo a entrega de importante Diploma de reconhecimento ao trabalho do colunista concedido pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR, que na ocasião tinha como titular o Capitão-de-Mar e Guerra Aristide de Carvalho Neto.
Hoje o Almirante Alípio Jorge, no ultimo Posto da nossa Armada, desempenha importante função no Rio de Janeiro. Seus amigos de Belém, que são muitos aguardam uma visita para homenageá-lo, ele recentemente esteve em Macapá onde recebeu o Diploma de “Cidadão do Estado do Amapá”. Merecidamente.

Terminais fluviais anunciados ainda não foram inaugurados

Passaram-se quase quatro anos que numa movimentada reunião na FIEPA, o então Ministro dos Transportes, acompanhado de políticos paraenses, anunciaram a liberação da verba para que fossem construídos oito Terminais Fluviais em diversas cidades do interland paraense, sob a responsabilidade do DNIT. Até parece brincadeira, até o momento nenhuma deles foi inaugurados oficialmente. Pode?

Destaque especial para o atual Comandante do 4º Distrito Naval

Nesta longa caminhada, que se aproxima de meio século, com um jornalismo sério exclusivo em “O LIBERAL”, numa história, onde a nossa gloriosa MARINHA, foi sempre o destaque já que exerce um papel muito especial também em todas as direções da Amazônia.
Hoje, sem favor nenhum com a entrada no AR da Rádio Marinha FM, ainda neste mês de fevereiro, o colunista faz um destaque muito especial, ao bravo e dinâmico vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, em reconhecimento ao seu extraordinário trabalho, que vem realizando a frente do 4º Distrito Naval, que sem duvida alguma é um dos mais movimentados do Brasil. Só os bons chegam ao mesmo.

SINPESCA hoje com uma diretoria dinâmica navega em águas tranqüilas

Observa-se no setor industrial de pesca, que com a investidura da atual Diretoria do SINPESCA, a frente o empresário Apoliano Nascimento, essa entidade tomou um impulso muito grande, assumindo a representação de outras categorias também direta ou indiretamente vinculadas ao referido setor, contribuindo grandemente na captação de divisas para o Brasil através da exportação de variados produtos do rio e do mar. Nota 10.

Problemas envolvendo o porto de Vila do Conde

Uma providencia urgente, se faz necessária, para solucionar uma serie de problemas que estão ocorrendo no porto de Vila do Conde, do contrário o pior poderá acontecer, segundo serias denúncias que chegaram à coluna, na semana que passou.
O maior movimento portuário do Pará acontece através do referido porto, portanto, está na hora de tomar medidas cabíveis, para que amanhã não seja tarde.

MARESIAS

Será no Salão Nobre do IATE CLUBE do Rio de Janeiro, o almoço que será oferecido no próximo dia 15 ao Almirante-de-Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira pelo CCMM.

Como se sabe, o Almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, é agora o Presidente do Conselho de Administração da PETROBRÁS. Com certeza vai realizar um grande trabalho.

Sempre é bom lembrar que o jornalista, está cercado de “cobras venenosas”, sem poder sacrificar nenhuma delas. Deixa pra lá, porque nós vamos em frente.

Na ponta da linha os leilões de diversas áreas portuárias que pertencem a CDP – Companhia Docas do Pará, o “martelo entrará em ação ainda neste semestre.

Continua o impasse para exportação de bois vivos através do porto de Santos e de São Sebastião, com isto as alternativas são Paranaguá e Vila do Conde.

Sempre é muito elegante a Tenente (CD) Isadora, profissional de elevada capacidade, que vem dando o brilho da sua inteligência a nossa Marinha. Para ela um beijo e uma rosa.

Bastaria uma dragagem na bacia de manobras do porto de Belém, para possibilitar a atracação direta no cais do porto de navios de maiores portes, inclusive de turismo.

Muita gente não sabe, mais o porto de Belém já teve uma DRAGA permanente que operava só à noite, denominada “Honório Bicalho”. Bons tempos, só restam lembranças.

Se não fosse a HENVIL Transportes, com seus super Ferry-Boats a região do Marajó estaria enfrentando sérios problemas. Essa empresa solucionou a angustia dos marajoaras.

Não teve até agora um VEREADOR que defenda junto ao Prefeito Zenaldo Coutinho a construção de pelo menos um TERMINAL FLUVIAL em nossa capital. Lamentável.

O novo presidente do Senado Federal Davi Alcolumbre, nosso conhecido de muito tempo de tradicional família do Amapá, com certeza vai realizar um grande trabalho. Jovem de 40 anos.

O empresário Apoliano Nascimento, presidente do SINPESCA, bordejando por Brasília, a serviço dessa entidade para tratar de importantes assuntos de interesse do setor industrial de pesca. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
24 ⁄ 6 =