Primeira reunião de 2019 da SOAMAR – Belém foi bastante prestigiada, seguida de um congraçamento

0
50

Foi de extraordinária importância, a primeira reunião de 2019 da SOAMAR-Belém, que hoje do seu gênero é uma das mais atuantes do Brasil. Na ocasião a presidente empresária Drª. Sônia Guedes apresentou aos soamarinos o excelente resultado do exercício passado, somando uma série de eventos sociais e de atendimento, inclusive, às comunidades ribeirinhas, tendo como ponto alto o lançamento de importante CARTILHA, que pelo seu especial conteúdo já atravessou fronteiras. Deve-se sem dúvida alguma essa grande ascensão da SOAMAR-Belém ao irrestrito apoio do excelentíssimo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º DN, um verdadeiro dínamo no exercício da sua função que dignifica cada vez mais o bom nome da nossa gloriosa Marinha do Brasil por tudo de bom que vem realizando: Dois flashes feitos por Luis Celso especialmente para a coluna.

PRATICAGEM

Está surgindo um movimento para a criação de uma ESTAÇÃO DE PRATICAGEM na cidade de Santarém, isto em função do grande movimento de navios mercantes de grande porte, que operam no sistema Ship (TO) Ship. Tudo é possível. O rio Amazonas é muito grande.

Na ponta da linha a entrada no ar da Rádio Marinha – FM

Graças ao interesse junto as autoridades competentes, inclusive de Brasília do vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho-Comandante do 4º DN dos bons, nesta primeira quinzena de fevereiro entra no ar em fase experimental a primeira Rádio Marinha – FM, com música especial, mensagens importantes e outros serviços de apoio a segurança do setor marítimo e fluvial – avisos aos navegantes etc. Nota mil!

Comando da Esquadra da Marinha no Rio de Janeiro

Se não ocorrer acidente de percurso, o nosso bom amigo vice-almirante Marcos Sampaio Olsen, assumirá as funções de Comandante-em-Chefe da Esquadra, no Rio de Janeiro. A última vez que ele esteve em Belém, era Diretor de Hidrografia e Navegação da Marinha, tendo inclusive participado de um almoço de muita cordialidade, com este colunista na Estacão das Docas.

Grandes Comboios Fluviais com PRÁTICO a bordo

Não é nenhuma novidade, mas ainda persiste um movimento para colocação de PRÁTICOS para a condução dos Grandes Comboios Fluviais. A maioria deles de quase 300 metros de comprimento, carregados de grãos, cruzando os Estreitos de Breves com destino ao porto de Vila do Conde, uma ameaça a segurança, segundo os entendidos. Manobra de emergência nem pensar.

MARESIAS

Muito reconhecido em todas as direções da Jurisdição do 4º Distrito Naval, o trabalho dinâmico do nosso muito estimado Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho.

Se não ocorrer acidente de percurso, o colunista espera “bordejar” pelo Rio de Janeiro no próximo dia 15 de fevereiro, para participar de importante evento.

Um almoço de longo curso no IATE CLUBE em homenagem ao nosso amigo Almirante-de-Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, oferecido pelo CCMM.
Ele merece.

O empresário e armador Cipriano Sabino de Oliveira, de terno novo e sem chapéu, marcou presença em Brasília, na posse do filho Celso, na Câmara Federal.

Anotem este nome: Kleber Menezes, PHD em assuntos portuários, que exerceu até recentemente as funções de Secretário de Estado de Transportes. É técnico e não político.

Comenta-se na “Beira do Cais” que um novo grupo vem ai com uma nova empresa de navegação fluvial. Tem gente de Manaus no circuito, mas isto… depois eu conto.

Foi muito elogiada a explanação do Diretor Executivo do SINDARPA, Alexandre Araújo, quando do seu pronunciamento invocando o Projeto NAVEGAR, no jantar de Confraternização.

Justiça se faça, mas Línésio Junior, é o grande defensor dos interesses da atuante ZP-1, que congrega os PRÁTICOS do Rio Amazonas, muito conceituado junto a Marinha.

O economista Pedro Brito, que foi o primeiro Secretário de Portos, tentou sacrificar a Praticagem, mas ao fazer uma viagem no trecho Manaus-Trombetas, mudou de ideia.

Isto porque ele assistiu de perto o quanto é penoso o trabalho de um PRÁTICO, a começar pelo embarque nos navios, enfrentando, inclusive, a perigosa escada quebra-peito.

Um Grupo de Santarém está interessadíssimo no navio fluvial “BARCARENA”, que encontra-se encalhado na lama de Miramar. Era da ENASA e pertence ao Governo do Estado.

Aconteceu uma grande traição no setor, do tamanho da AMAZÔNIA, mas isto depois eu conto, se necessário, com os devidos detalhes. Esta coluna tem quase meio século de credibilidade. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
22 ⁄ 11 =