ATITUDE ELOGIÁVEL – REICON fez doação de Coletes Salva Vidas para a Capitania Fluvial de Santarém – Sentinela do Tapajós

0
59

A Capitania Fluvial de Santarém, recebeu durante as comemorações de 101 anos a doação de coletes salva-vidas. Os equipamentos de segurança náutica serão distribuídos gratuitamente à população ribeirinha da região em ações preventivas e de orientações. 100 coletes foram entregues pela empresa de navegação Reicon à CFS na quarta-feira (20 de fevereiro), dia da cerimônia alusiva ao aniversário.
Em 2018, a Capitania já contabilizou mais de 1.500 coletes distribuídos, e o número ultrapassa 4 mil somados aos dados de anos anteriores. O comandante da CFS, Capitão-de-fragata Robson Ferreira ressaltou que empresas que desejarem participar do projeto, de preservar vidas, podem procurar a Capitania e fazer a doação de coletes para que sejam distribuídos aos ribeirinhos mais carentes.
O gerente executivo do Grupo Reicon, Guzzo Junior, destacou que desde a última viagem a Santarém, já havia ficado encantado com o zelo que a Capitania conduz este projeto de valorização da vida e da comunidade.
Já a diretora da empresa, Milva Rebelo, ressaltou a importância de sempre estar junto nas ações de valorização da comunidade e essa campanha da Capitania de Santarém, é digna de todo aplauso. Salvaguardar a vida é a missão mais nobre que existe. Ela, por sinal, aparece na foto, com os Comandantes Dionísio e Santiago, este hoje em Brasília realizando importante Curso.

Oficialmente no AR a Rádio Marinha – FM voltada para os navegantes

Prestando importantes informações, já está no ar oficialmente a RÁDIO MARINHA – FM, com seu Studio funcionando na área do Comando do 4º Distrito Naval, de parabéns, portanto os navegantes que passaram a contar com orientações precisas para uma navegação segura através das mensagens expedidas pela mesma.

SOAMAR estará reunindo na Sala Luiz Rebelo Neto na próxima terça-feira

Nesta próxima terça-feira, dia 12, a partir das 17:00 horas, a SOAMAR – Belém estará reunida, por sinal a última que contará com a presença do excelentíssimo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, como Presidente do Conselho Superior dessa entidade que congrega os soamarinos de nossa capital.
Na ocasião será apresentado o seu substituto, novo Comandante do 4º DN, vice-almirante Newton de Almeida Costa Neto, que assumirá no dia 15 pela manhã em cerimônia militar no CIABA.

Praticagem no Brasil é mais econômica que em muitos Países

O Ministro de Infraestrutura com certeza está muito mal informado sobre os serviços de Praticagem, já que acaba de anunciar diversificação na política de transportes marítimos, citando, inclusive, mudanças no valor de condução e manobras para atracação dos navios. Os serviços de Praticagem no Brasil é o mais econômico que de muitos países. Para se ter uma ideia, nos países de primeiro mundo os PRÁTICOS embarcam através de Helicópteros. Aqui é através da perigosa Escada “Quebra Peito”. Olho vivo.

MARESIAS

Comboios fluviais com 300 metros de comprimento cruzando os Estreitos de Breves, sem PRÁTICOS a bordo, é um grande perigo. Duvidamos que a Marinha autorize essa prática.

Nosso bom amigo CMG Dionísio Tavares da Câmara Junior, atual Chefe-do-Estado Maior do 4º Distrito Naval, brevemente estará deixando Belém. Ele vai em frente, anotem.

Pelo que vimos observando, prenuncia as boas perspectivas para o mercado fluvial, bem como para a indústria naval da Amazônia. Isto será muito bom para todos.

A Aliança, hoje de um grupo estrangeiro, não se conformou só com a navegação de cabotagem no Brasil, entrando forte nas operações portuárias com uma grande frota de rebocadores.

Foi muito elogiado o trabalho da empresa Camila Navegação, responsável pelo serviço de Travessia Carapajó/Cametá/Carapajó, movimentando muita gente no Carnaval.

Com a retirada do Pedral do Lourenço, velozes embarcações de passageiros, poderão fazer a rota Belém/Marabá, alavancando o turismo na região do Tocantins. Muito bom.

Corre solto na “Beira do Cais”, que o novo Presidente da CDP – Companhia Docas do Pará, não terá muito tempo a frente da estatal, veio apenas “tapar” um buraco. Eu volto.

Tem muita gente lamentando no setor o ocorrido lá em Santarém. Por uma questão de ética profissional deixamos de fazer maiores comentários. Mas, foi lamentável.

Tudo indica que ainda no decorrer deste ano, uma nova empresa de navegação fluvial deverá iniciar as suas atividades nos rios da Amazônia. Tem gente grande no circuito.

Muita gente não sabe, mas o Armador e Operador Portuário, Relton Osvaldo Pinto, hoje também vice-presidente da SOAMAR – Belém, já foi homenageado pelo Governo.

A WILSON SONS, com quase 170 anos de atividades, continua firme e forte, atuando nos diversos segmentos, ligados ao setor marítimo e portuário, presente no Pará inclusive.

Novos Comandantes (inclusive belas CLC) assumirão essa função na TRANSPETRO, empresa de navegação marítima da PETROBRÁS, depois voltaremos com detalhes. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
29 − 7 =