RECORDANDO – Hoje mais um navio fluvial da “Frota Branca” dos SNAPP/ENASA construído na Holanda

0
46

Hoje o colunista publica a foto de mais um navio fluvial da “FROTA BRANCA” dos SNAPP/ENASA, uma serie de quatro deles que foram construídos em Amsterdam – Holanda. Todos eles vieram com suas próprias máquinas até Belém, além do “Presidente Vargas” que fazia a linha Belém/Mosqueiro e Soure. Este navio naufragou bem em frente ao Trapiche de Soure logo após desembarcar mais de 500 passageiros e, até hoje, encontra-se no fundo do rio Paracauary. Todas as tentativas de reflutuação não tiveram êxito, inclusive por uma empresa americana, que na tentativa chegou a usar uma grande tonelagem de isopor.
O “LOBO DALMADA”, que aparece na foto do arquivo da coluna, por um bom tempo fez a rota Belém/Iquitos no Peru, com diversas escalas no rio Amazonas e Solimões no transporte misto de cargas e passageiros, hoje nenhum deles existe mais. Bons tempos e muitas saudades…

Presidente da SOAMAR–Santarém renunciou a função

O empresário santareno Francisco Miranda, que foi o fundador da SOAMAR – Santarém em contato com o colunista informou que renunciou a presidência dessa entidade após relevantes serviços prestados, mas, por uma questão de ética jornalística, não nos compete qualquer comentário sobre as razões, apenas lamentamos.

Transdourada segue reforçando suas bases para melhor atender seus clientes

A conhecida e conceituada empresa de navegação fluvial Transdourada, transportadora de derivados de petróleo, atendendo vários grupos em todas as direções da Amazônia, continua reforçando as suas bases, ainda recentemente incorporou a sua frota uma moderna Balsa – Petroleira. Graças ao seu extraordinário desempenho, essa empresa já consignou uma serie de premiações, inclusive da Capitania dos Portos, tanto no Pará, como do Amazonas.

Insegurança continua nos rios da Amazônia trazendo grandes prejuízos

Conforme o presidente do SINDARPA – Sindicato das Agencias de Navegação Fluvial Lacustre e das Agencias de Navegação do Estado do Pará armador Eduardo Carvalho os prejuízos calculados com ataques as embarcações na Amazônia atinge prejuízos calculados de 100 milhões de reais por ano, não sendo maior por conta da especial atenção da Marinha, Polícia Federal e Polícia Militar juntamente com o Grupamento Fluvial da Amazônia. Um absurdo, até quando?

Membro do CONSAD da CDP ao lado da verdade

Sem favor nenhum, hoje destacamos a postura do cedepeano Cileno Borges, no desempenho da função de Conselheiro do CONSAD da CDP – Companhia Docas do Pará, sempre em defesa do direito, como aconteceu quando da votação para eleger o novo presidente da empresa, lamentavelmente foi vencido, a política falou mais alto, mais com certeza o “bicho vai pegar”, portanto, anotem, por favor.

Grupo regional de olho numa área em Miramar

Com os anunciados leilões na área portuária do Pará, segundo comenta-se no setor, tem um grupo ligado à comercialização em transporte de derivados de petróleo na Amazônia, que vai habilitar a compra de uma área localizada no Terminal Petroquímico de Miramar, as providencias já estão sendo tomadas. Depois eu volto ao assunto.

MARESIAS

Todo mundo sabe que o Terminal SOTAVE, localizado em Outeiro, foi construído para operar no sistema Ship (TO) Ship. Algumas dessas operações chegaram a ser feitas com sucesso.

Esse Terminal, por sinal, oferece calado para navios de até 70.000 toneladas. Até um petroleiro da Transpetro operou ali, por uma única vez, movimentando os produtos para Balsas.

Hoje já existem no Brasil diversas entidades privadas voltadas para os serviços de hidrografia, uma delass inclusives está atuando no porto de Itaqui-MA, contratada pela EMAP.

Graças à interferência do nosso Governador Helder Barbalho e do Senador Jader Barbalho, logo, logo terá início a operação de retirada do Pedral do Lourenço no rio Tocantins.

Reconhecimento. O Almirante Edervaldo, no seu discurso quando do funcionamento oficial da Rádio Marinha-FM fez um destaque muito honroso ao nosso amigo Carlos Nascimento.

Lá na CDP-Companhia Docas do Pará, conhecidos e conhecidas PETISTAS, estão voltando, pouco a pouco. Manda quem pode, porque em política tudo é possível. Depois eu volto.

Aliás, por falar em CDP, tudo indica, conforme comentários na “beira do cais”, que o novo diretor-presidente está muito bem informado de todos os problemas da estatal.

O estaleiro Rio Maguari, orgulho da indústria naval do Brasil, o maior construtor de embarcações fluviais da América do Sul, é destaque hoje nas melhores publicações do setor.

Aliás, esse Estaleiro tem como seu Diretor-Comercial o engenheiro Naval Fábio Vasconcellos, fazendo parte da internacional ABS, sempre participando das reuniões em Nova Iorque.

A Petrobrás já está proporcionando mais empregos para os mercantes brasileiros através dos Barcos de Apoio às Plataformas. Novos contratos formalizados.

A REICON, pela sua postura e absoluta seriedade em tudo que faz, ganhou prestígio muito grande junto às autoridades navais, neste quase meio século de atividades.

Quem avisa amigo é. Olho vivo no setor fluvial. Vamos prestigiar o SINDARPA, as empresa inadimplentes precisam urgentemente pagar suas mensalidades em atraso, senão o “bicho vai pegar”. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
28 + 6 =