09/04 (TERÇA-FEIRA) -SINPESCA se destaca cada vez mais graças ao trabalho da atual diretoria

0
19

O SINPESCA, que hoje tem a dirigi-lo o empresario Apoliano Nascimento, que desde os 12 anos de idade atua no setor, dinamizou as atividades dessa entidade, inclusive com relação a atualização das embarcações, que tem 90% de frota pesqueira do Pará trabalhando dentro das normas recomendadas pela Autoridade Marítima e demais órgãos ligados ao setor.
Hoje o setor industrial de pesca, graças as atividades do SINPESCA, contribui de maneira destacada para o desenvolvimento do Estado, contando, inclusive, com apoio da FIEPA, da qual faz parte da sua diretoria. Isto é muito bom.
Na foto o empresario Apoliano Nascimento com o empresario – engenheiro Dr. Carlos Nascimento, quando de recente evento no setor. (Foto: Luis Celso).

Nada da reflutuação do navio boiadeiro “Haidar”

Está só na promessa a retirada do navio boiadeiro “Haidar”, do local onde se encontra há mais de três anos no fundo do porto de Vila do Conde.
A empresa SUPERPESA foi a vencedora para executar a reflutuação do mesmo, ainda no ano passado, mas, até agora, não iniciou os serviços, tudo em função da grande burocracia que envolve o assunto. Lamentável.

SOCIAL NO SETOR

Hoje o meu abraço vai para o grande amigo vice-almirante Newton de Almeida Carvalho Neto – Comandante do 4º Distrito Naval, que está aniversariando.
O evento será comemorado em família, mas logo, logo estaremos reunidos para prestar-lhe a homenagem merecida em meio a um almoço de longo curso.
Sucesso e muita saúde, com mar de almirante pela frente.

Obras do Terminal Hidroviário de Santarém serão abreviadas

O Governador Helder Barbalho, que vem dando um tratamento muito especial para os municípios interioranos do Pará, já determinou um aceleramento imediato nas obras do Terminal Hidroviário de Carga e Passageiros da cidade de Santarém, onde diariamente aportam um número bastante expressivo de embarcações, com um extraordinária movimentação de passageiros. Medida que trouxe muita satisfação para os mocorongos.

Congresso Internacional ligado ao setor em Outubro

Pelo menos cinco grupos ligados ao setor de nossa capital, com destaque o estaleiro RIO MAGUARI e o Atlântica Matapi, já confirmaram presença antecipadamente nº 27 Congresso Internacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore a ser realizado em Outubro no Rio de Janeiro. Oportunamente voltaremos ao assunto.

MARESIAS

A cábrea “RIO BRANCO” da CDP – Companhia Docas do Pará, que se encontra ociosa há bastante tempo, parece que desta vez será passada em frente. Duas empresas estão interessadas na mesma, uma delas pertence a um conhecido Grupo Paraense.

Todas as empresas de navegação que atendem os serviços de travessias no Pará, operam embarcações especializadas oferecendo conforto e segurança, isto ao longos dos anos. É bom que saibam que embarcações não se encontram nas prateleiras.

Graças às providências do SINPESCA, hoje muito bem dirigido pelo empresário Apoliano Nascimento, na Semana Santa Belém terá peixe da melhor qualidade, com abundância, ao contrário dos anos anteriores, isto será muito bom e nota 10.

A UNIPILOT-Cooperativa dos Práticos da ZP-1, que tem como presidente o bom caráter PRÁTICO/Comandante Linésio Junior, colaborando também com a Capitania dos Fluvial de Santarém com a doação de Coletes Salva Vidas, muito bom e nota 10.

Todas as áreas da CDP, que foram anunciadas no último leilão, foram passadas em frente sem maiores problemas. Renderam uma grana bem alta. Dentro em breve outras irão a leilão, novamente intermediadas pela ANTAQ, com certeza com sucesso.

Grupo Atlântica Matapi, brevemente estará firmando uma importante parceria internacional. Esse grupo, por sinal, está hoje presente em todos os estados da amazônia, atuando em diversos segmentos, muito especialmente em Operações Portuárias.

De grandes proporções o acidente que envolveu a ponte do rio Moju. O segundo em menos de cinco anos. O primeiro foi provocado por um rebocador da CNA-Companhia de Navegação da Amazônia, que fazia o transporte de óleo de palma.

Uma Lancha da Praticagem de SANTOS-SP, chocou-se com um Barco de Passageiros. Lamentavelmente,
o acidente envolveu vítimas no litoral de São Paulo: Autoridades da Marinha estão verificando as causas do referido acidente.

Itaqui, em São Luiz do Maranhão, administrado pela EMAP, órgão do Governo do Estado, graças à sua boa administração, está hoje entre os mais movimentados do Brasil, dispondo de calado para receber os maiores navios do mundo. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
4 + 27 =