EMPRESÁRIO PARAENSE – Após participar de importantes eventos no Rio de Janeiro retornou a Belém

0
71

Depois de participar de importantes eventos no Rio de Janeiro, inclusive na área naval, retornou ontem a Belém o Empresário – Engenheiro – Carlos Nascimento e sua distinta esposa Drª. Ana Luíza, que aparece na foto com o vice-almirante Newton de Almeida Costa Neto – Comandante do 4º Distrito Naval.
Conforme noticiamos, como convidado do Ministro de Estado da Defesa, Carlos Nascimento, participou no Rio de Janeiro da posse do seu grande amigo Almirante-de-Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva, como Comandante da ESG – Escola Superior de Guerra. (Foto: Luis Celso).

NAVIOS Fluviais em boas condições permanecem sem operar em Belém e em Macapá

Entre Belém e Macapá, existem cinco navios fluviais convencionais em perfeitas condições de tráfego, mas ninguém sabe oficialmente as razões das referidas embarcações se encontrarem sem operar no transporte de cargas e passageiros. Numa região onde os rios são as estradas naturais, é muito estranho. Para melhor informar, voltaremos ao assunto, a qualquer momento.

CPAOR teve atuação destacada durante a Semana Santa

Muito elogiável o trabalho que foi desenvolvido pela Capitania dos Portos no último feriadão, cuja OM está sob o Comando do CMG Manoel Pinho, que chegou nessa função imbuído dos melhores propósitos. Com posicionamento nos pontos estratégicos, suas Unidades evitaram os excessos de passageiros, contabilizando excelentes resultados, com segurança para todos. Nota 10.

Navios de Turismo aumenta na rota de Manaus

A cada ano o número de navios de turismo estrangeiros, aumenta na rota de Manaus, inclusive por tudo de bom que a Prefeitura e o Governo do Estado oferecem aos turistas, a começar pela segurança.
Neste ano mais de 20 deles cruzarão o rio Amazonas, através da Barra Norte, conduzido pelos Práticos da ZP-1. Enquanto isto, Belém ficou de vez “a ver navios” de turismo.

Terminais Fluviais ficou só na conversa política

Um absurdo! Aqueles oito Terminais Fluviais de Passageiros, que foram anunciados há cerca de quatro anos passados em importante reunião na FIEPA, com a presença do então Ministro dos Transportes, com a devida verba liberada. ficou só na conversa política. Até hoje nenhum deles foi inaugurado. Depois eu volto ao assunto com os devidos detalhes.

MARESIAS

Duas grandes amizades no setor foram por água abaixo. Muito lamentável. Não teve “BOMBEIRO” que solucionasse o problema, mas… isto depois eu conto. Aguardem.

O MASTER Chef Mecenas Gonçalves vai apresentar no próximo almoço, que será oferecido pelo Grupo RODELA, Bacalhau “Assado na Brasa”, homenageando o Almirante Newton.

Pelo excelente serviço que vem prestando a MEGA LOGÍSTICA vem aumentando cada vez mais o seu prestígio no setor de Operações Portuárias, inclusive Ship (TO) Ship.

Na ponta da linha novos PRÁTICOS para entrarem na escala da ZP-1. Entre os novos profissionais do rio Amazonas um Médico Oftalmologista, que veio da Bahia.

Diante da habilitação de novos PRÁTICOS, tão cedo a ZP-1 não irá necessitar de mais profissionais, do contrário, com certeza “vai faltar navios”. Assim como as demais ZPs do Brasil.

O novo presidente do SINDOPAR, nosso velho conhecido Ary Lourenço, está imbuído dos melhores propósitos, ele que tem um perfil muito especial, para o exercício da função.

Mesmo enfrentando algumas dificuldades os sindicatos ligados ao setor fluvial, continuam sobrevivendo sempre buscando o melhor para os seus associados. Nota 10.

Políticos, ou seja, deputados federais e senadores pelo estado do Amazonas, todos unidos estão defendendo junto ao Planalto a construção de um porto público em Manaus.

Muita gente não sabe, mas Belém já teve empresa de navegação fluvial com mais de 100 embarcações, destacamos a ENASA (estatal) e a JONASA do saudoso amigo Chico Fonseca.

Os bons amigos a gente não esquece. Paulo Roberto Brandão, contribuiu muito para o desenvolvimento do setor portuário do Pará, fundador, inclusive, do TECON em Vila do Conde. Meu abraço.

Depois de participar de importantes eventos na área naval como convidado especial no Rio de Janeiro, já retornou a Belém o nosso muito estimado amigo Dr. Carlos Nascimento e a sua Ana Luíza. Bem-vindos.

Crescendo com a Amazônia o Grupo CAMILA, que entre outros segmentos que atua ligados ao setor, opera com especial destaque em travessias utilizando embarcações confortáveis e velozes. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
26 ⁄ 13 =