Praticagem da Barra recebeu homenagem da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental

1
61

A Praticagem da Barra do Pará foi homenageada durante a cerimônia do 173º Aniversário da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), em Belém.
A homenagem foi em reconhecimento ao serviço de salvatagem realizado pela Barra do Pará em apoio a Capitania dos Portos, na prevenção a poluição hídrica de um acidente envolvendo o tombamento parcial de um empurrador de balsa, nas proximidades do Porto de Arapari, em Barcarena (PA), no inicio do mês de maio. A Praticagem foi responsável pelo transporte das barreiras de contenção de poluição da Capitania dos Portos para o local, onde foram instaladas para conter o vazamento de óleo.
A Barra do Pará foi representada pelo Superintendente da empresa, Jorge Luiz Barbeito, acompanhado do colaborador, Paulo Cesar Dias Monteiro, piloto de uma das lanchas que realizou o transporte das barreiras de contenção. (Foto: Luis Celso).

RECEBEMOS

Assunto: Ordem do Mérito Naval

Jornalista Alyrio Juarez Otoni Sabbá

Prezado Senhor,

1. Participo que o Presidente da República, acolhendo proposta do Conselho da Ordem do Mérito Naval, resolveu promovê-lo ao Grau de Oficial do Quadro Suplementar da mesma Ordem.
2. Transmito os cumprimentos do Comandante da Marinha por esta distinção, levando ao seu conhecimento que a imposição da condecoração ocorrerá no próximo dia 11 de junho, durante a cerimônia comemorativa ao Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo – Data Magna da Marinha, a ser organizada pelo Comando do 4º Distrito Naval, em Belém, cujo programa será remetido oportunamente.

Atenciosamente
Eduardo Machado Vazquez
Contra – Almirante
Secretário do Conselho da Ordem do Mérito Naval

Mais um assessor nomeado extra-quadro pela Presidência

Com tantos técnicos de alto nível voltados para o setor portuário, o atual presidente da CDP – Companhia Docas do Pará, está contratando assessores extra-quadro, proporcionando aos mesmos um salário muito especial. Enquanto isto, o novo DAF está aproveitando a prata da casa, ganhando aplausos de todos.

Wilson Sons já foi a maior concentradora de contêineres de Belém

Muita gente não sabe, mas a Wilson, Sons quando agenciada em Belém pela Agência COLSULMAR, chegou a ser a maior concentradora de contêineres, atendendo os grandes grupos marítimos nacionais e internacionais. Ficava localizada, inclusive, no Bairro da Sacramenta. Como se sabe a Wilson Sons, ainda continua no Pará, hoje com sua agência em Vila do Conde, muito bem dirigida e conceituada.

MARESIAS

Para a recuperação do PORTUS bastaria a CODESP, CODERJ e CDP e o Governo Federal liquidarem os seus débitos com a entidade que dá apoio aos portuários, como complementação de aposentadoria e pensões para as viúvas. Com isto tudo estaria resolvido.

Tem um deputado federal do Pará, por sinal muito polêmico, que está buscando algumas informações sobre a real situação da CDP – Companhia Docas do Pará, para poder fazer um pronunciamento, já que a estatal está também ameaçada de ser privatizada.

Dizem, não sei… que as reclamações trabalhistas contra a CDP-Companhia Docas do Pará já somam mais de 300. Se verdadeiro, já somam uma grande importância, que poderá trazer muitos problemas para o combalido cofre dessa empresa estatal portuária.

Não está fácil um contato com o empresário Carlos Cabral Rebelo, diretor – presidente do Grupo ICCAR, meu velho amigo, hoje também com negócios em São Paulo. Sua estrela continua sempre brilhando, porque quem é bom Deus ajuda. Meu abraço.

Na mesa do colunista atencioso convite para a significativa cerimônia militar, no próximo dia 11, em homenagem a mais um Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, Data Magna da Marinha do Brasil, onde diversas personalidades receberão a Medalha do Mérito Naval.

A “Tribuna Marítima” circulando em homenagem a Marinha, graças a importantes parceiros que sempre prestigiaram o porta voz do setor, que já comemorou 45 anos de efetiva parceria.

O Estaleiro Rio Maguari, foi o que mais se destacou em 2018 na construção de embarcações em todo Brasil, especialmente na área fluvial, sendo que o maior número de comboios que transportam grãos na Amazônia, levam a sua assinatura, tanto barcaças como empurradores.

A empresa Bom Jesus Navegação tem um importante projeto que espera colocar em prática, ou seja, a construção de novos catamarãs de passageiros, para atender diariamente toda a região das Ilhas no transporte de passageiros confortavelmente instalados.

O bom empresário Apoliano Nascimento, presidente do SINPESCA, é sempre presença muito festejada nos eventos ligados a Marinha do Brasil. Ainda recentemente ele participou da cerimônia militar alusiva a mais um Aniversário da Capitania dos Portos. (AS).

COMPARTILHAR

Um comentário

  1. Prezado Jornalista Alyrio Sabbá,

    Parabéns pela vossa comenda que em breve irá receber.
    Sem dúvida é o reconhecimento de vosso trabalho em prol do nosso setor.
    Justa homenagem à vossa pessoa que é bem quista nos nossos meios navais.

    Felicidades.

    CMT Ricardo Monteiro / NT “Abdias Nascimento”

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
8 × 26 =