SOAMAR – Belém esteve com sua Diretoria reunida na semana que passou na Sala “Luiz Rebelo Neto”

0
63

Na semana passada na Sala “Luiz Rebelo Neto”, realizou-se mais uma reunião da SOAMAR – Belém com importantes assuntos em pauta. O evento contou com a presença muito importante do vice – almirante Newton de Almeida Costa Neto – Comandante do 4º Distrito Naval e presidente do Conselho Superior da entidade que reúne os soamarinos, da qual essa Autoridade Maior da Marinha em nossa capital vem dando total apoio, com reconhecimento inclusive do trabalho desenvolvido pela presidente Drª. Sonia Guedes.
Na ocasião todos os soamarinos presentes, tiveram a oportunidade de externar seus pontos de vista, com relação aos assuntos que estiveram em pauta, tendo inclusive a presidente Drª. Sonia Guedes, abordado a próxima eleição para a nova diretoria, que acontecerá dentro do primeiro semestre do próximo ano. Como sempre acontece no final das reuniões, um congraçamento de muita cordialidade entre os presentes. Na foto o Almirante Newton, com um grupo de diretores da entidade a frente a dinâmica presidente.

Lanchas especializadas para dar um basta nos ataques as embarcações fluviais

Muita gente não sabe, mais alguns anos passados, a “pirataria” na área portuária no Rio de Janeiro, acontecia diariamente, mais a Delegacia da Polícia Federal, de posse de duas embarcações moderníssimas, com equipamentos para uso noturno acabou de vez com os ataques. O ideal seria uma delas aqui na Amazônia Oriental e outra na Amazônia Ocidental para dar um basta nos ataques que continuam acontecendo em toda a região, com óbito inclusive já registrado.

Linha Fluvial Diária Belém/Mosqueiro/Belém

Uma boa notícia. Comenta-se pela capital, que o nosso Prefeito Zenaldo Coutinho, que por sinal é nosso colega do Mérito Naval, estuda as possibilidades de ainda cumprir uma promessa de campanha, ou seja, criar uma linha fluvial Belém/Mosqueiro/Belém antes do final do seu mandato. Que assim seja.

Mais um ESCALPELAMENTO envolveu uma jovem interiorana

Não se admite de maneira alguma a irresponsabilidade de proprietários de embarcações de pequeno porte interioranas, com eixo de motor sem a devida proteção, isto é um absurdo, lamentavelmente mais um acidente aconteceu envolvendo escalpelamento. Marinha tudo tem feito, junto com outros órgãos. Mais a irresponsabilidade continua. Só cadeia nos infratores.

MARESIAS

Notícia triste. Considerando o rombo no PORTUS – Instituto de Seguridade dos Portuários, a entidade está na iminência de ser liquidada, deixando contribuintes, aposentados e pensionistas a ver navios. Isto será muito lamentável.

Final significativo da mensagem enviada para o colunista pelo CLC Ricardo Monteiro: “Desejo boa navegação nesse forte timão, com ventos a favor e mares de Almirantes, que vosso curso sempre chegue no destino correto”. Valeu, amigo!

Na verdade os PRÁTICOS da Barra, são verdadeiros mestres na arte de manobrar os grandes navios que demandam a área da sua jurisdição, ainda recentemente bordejou por Vila do Conde um dos maiores navios boiadeiros do mundo.

O Comando do 4º Distrito Naval, está programando diversos eventos antes do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a maior festa religiosa dos paraenses, isto é muito bom, por sinal importantes autoridades da Marinha participarão da Romaria.

Atlântica Matapi, lá no rio Moju sob a coordenação de Hermógenes Pessoa, está a todo vapor, oferecendo inclusive um novo serviço, atendendo ainda melhor a referida travessia, a serviço do Governo do Estado, com possantes comboios.

Tão cedo não será iniciada a construção da nova sede da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR em MIRAMAR, já que a referida obra envolverá muito dinheiro e o momento é de absoluta contenção pelo Governo Federal. Resta aguardar.

Nosso muito estimado amigo advogado Alexandre Carvalho, que também é Amigo da Marinha, marcou, sem dúvida, seu grande trabalho a frente do SINDOPAR com muitas realizações. Hoje dá o brilho da sua capacidade ao Governo Helder Barbalho.

Sem alardes a Arapari Navegação moderniza sua frota de embarcações de passageiros, incorporando lanchas velozes e, atendendo diversas localidades próximas a Belém, por sinal é a pioneira nos serviços de travessias no Estado do Pará.

Bomba. Anotem para confirmar ainda no decorrer de setembro, no setor, lamentavelmente envolverá quem nada tem a ver com a situação a que chegou uma grande empresa, que já marcou relevantes serviços. A Dona Justa não brinca em serviço. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
30 − 4 =