Ponta de Pedras : Reunião debate melhorias no serviço de transporte fluvial

0
22
Promotora de Justiça de Ponta de Pedras, Adriana Passos Ferreira e Promotor Marco Aurélio, Coordenador do Centro de Apoio Operacional Constitucional. Foto: Alexandre Pacheco

Embarcações defeituosas e demora nas viagens prejudicam a vida de quem precisa se deslocar ao município

Na manhã desta sexta-feira (13), a promotora de Justiça de Ponta de Pedras, Adriana Passos Ferreira, com apoio do coordenador do Centro de Apoio Operacional Constitucional, Marco Aurélio Nascimento, promoveu reunião na sede do Ministério Público, em Belém, para tratar sobre a questão dos serviços de transporte fluvial oferecidos na região de Ponta de Pedras. A população tem apresentado na promotoria diversas reclamações contra o serviço, como atrasos e cancelamentos imprevistos nas viagens.

Para tratar desses problemas estiveram presentes representantes das empresas de navegação que realizam o transporte na região de Ponta de Pedras, a Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), a prefeitura e uma vereadora do município.

A promotora Adriana Ferreira esclareceu aos presentes a necessidade de melhoria nos transportes da região e ajustes na sobreposição de horário das viagens.

A representante da empresa “Bom Jesus” informou que as embarcações da empresa vêm enfrentando problemas técnicos, mas que já estão sendo feitos os devidos ajustes para que o fluxo retorne ao horário normal, ou seja, das 9h às 14h.

Já a empresa AMT, que responde pelas embarcações “Vera Moreira”, anunciou que houve uma mudança na rota de deslocamento dos barcos, o que vem causando a demora nas viagens. Segundo ela, a AMT já está fazendo a habilitação de uma nova lancha que entrará em breve em circulação.

O Representante da Arcon indicou que fosse feito um levantamento para dialogar e resolver a situação no município, afim de garantir suporte técnico e embarcações reservas para realizar o transporte da população.

Após os relatos ficou decidido, ao final da reunião, que as viagens feitas durante a tarde, no retorno de Ponta de Pedras a Belém, sejam normalizadas pela empresa Bom Jesus dentro de 15 dias. A empresa Salmista, que também participou da reunião, assumirá as viagens no horário da tarde, a partir de 12h, nos dias 19, 20, 26 e 27 desse mês.

A Arcon deverá realizar os devidos ajustes no serviço de transportes, num prazo de 60 dias das autorizações, avaliando principalmente as sobreposições de horário nas viagens em Ponta de Pedras.

Por Portal da Navegação, via Ascom MPPA.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
22 + 3 =