Concluída pela Marinha o processo de união das secções do Submarino “Humaitá” o segundo dos quatro previstos pelo PROSUB

0
40

A Marinha concluiu o processo de união das secções do submarino “Humaitá” uma importante etapa da construção do mesmo. O “Humaitá” – (SBR-2), o segundo dos quatro previstos no Programa de Desenvolvimento de Submarino (PROSUB). Antes do Presidente da República Jair Bolsonaro viajar para o exterior, realizou-se a cerimonia no Complexo Naval de Itaguaí – RJ, quando houve a união das cinco secções que integram o mesmo.
O evento foi prestigiadíssimo pelas mais altas autoridades civis e militares do País. O Comandante da Marinha Almirante-de-Esquadra Ilques Barbosa Junior, no seu discurso destacou o cumprimento dessa etapa do PROSUB era motivo de honra para a Força Naval. Na foto o Presidente Bolsonaro, quando deu inicio a junção das secções, puxando a alavanca, destacando o fato de o “Humaitá” ter sido construído no Brasil.

Como na coluna tudo é transparente está aí a resposta a quem está por fora

Um leitor se dirigiu ao colunista querendo saber por que a coluna defendia tanto a PRATICAGEM. Não merecia resposta, mas… como neste meio século de “O LIBERAL” tudo é transparente, informo que há mais de 20 anos como Oficial de Radiocomunicação, trabalhamos lado a lado com os PRÁTICOS, que são os “Anjos da Guarda do Patrimônio Público e Privado”. Uma profissão penosa, que só os bons sabem desempenhar.

Grande defensor da Hidrovia do Tocantins no Planalto

O nosso Senador Jáder Barbalho, que é um verdadeiro defensor do nosso Estado lá no Planalto, continua com todas as forças defendendo a retirada do Pedral do Lourenço, objetivando a livre navegação através do rio Tocantins. Com certeza, se não fosse por esse politico tudo iria continuar na mesma situação.

Mulheres em destaque na Marinha Mercante Brasileira

Hoje as mulheres estão se destacando cada vez mais na Marinha Mercante Brasileira, um bom número delas no Comando de Barcos de Apoio Marítimos, outras nos navios de cabotagem e de longo curso, por sinal uma delas saindo-se muito bem no Comando de um possante Porta-Contêineres da Aliança, que faz a rota de Manaus, todas elas formadas pelo CIAGA-RJ e CIABA-Belém.

MARESIAS

Aumenta consideravelmente em Belém o numero de embarcações de passeio, como se pode observar nas diversas MARINAS, que funcionam em nossa capital, a grande maioria delas localizadas no litoral da Avenida Bernardo Sayão. Estrada Nova.

Muita gente não sabe,mais a nossa Guarda Portuária nos bons tempos da CDP – Companhia Docas do Pará, chegou a servir de modelo para outras do Sudeste, isto quando o seu Comandante era militar – Tenente Fuzileiro Naval da Reserva.

O conceituado SINDAMPA, agora com nova Diretoria, tem jurisdição no Pará, Amapá e Amazonas, é sem duvida alguma uma grande força, gozando de extraordinário conceito inclusive junto ao setor naval, graças ao excelente trabalho que realiza.

A força de “O LIBERAL” a coluna hoje chega nas mais importantes instituições da nossa gloriosa Marinha, tanto no Rio de Janeiro, como Brasília. É a única do Brasil voltada também para a nossa Armada, já dizia o Almirante Fortuna.

O livro que será lançado brevemente pelo nosso grande amigo CLC – Comandante Álvaro Almeida, presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante no Rio de Janeiro, vai reunir antigos timoneiros. Vai ser uma grande festa e muita história.

Hoje o melhor navio fluvial misto de cargas e passageiros na rota Belém/Manaus/Belém, é o catamarã “RONDÔNIA” da empresa A. R. Transportes, tem capacidade para transportar perto de 1.000 passageiros, inclusive até na classe turística.

A CNT – Confederação Nacional de Transportes, com sede em Brasília, vem defendendo através de importantes expedientes aos diversos órgãos competentes do Governo Federal, uma atenção melhor para as Hidrovias do Brasil, inclusive a do Tocantins.

Muita gente não sabe mas a Marinha do Brasil já teve um Quadro de PRÁTICOS, que operavam os navios do rio Paraguai, isto há muitos anos passados, que chegavam até o Posto de Capitão-de-Corveta. Na Reserva recebiam a Carta de Capitão de Cabotagem.

Muito elogiado o serviço da empresa de navegação CAMILA, tanto no município de Santarém como no baixo Tocantins, fazendo serviço de travessia utilizando modernas embarcações. Essa empresa já coleciona diversas premiações da CPAOR. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
29 − 26 =