Festivamente comemorado o DIA do MARINHEIRO pelo Comando do 4º DN com imposição do Mérito Tamandaré

0
42
Desembargador Milton Nobre
Conselheiro do TCE Luis Cunha.
Comandante – CLC Darlei Pinheiro.
Professora Universitária Dora Gonçalves.
Executiva e Soamarina Rachel Gribel.
Engenheiro – Arquiteto Aurélio Meira.

Irrepreensível a Cerimônia Militar, que marcou o DIA DO MARINHEIRO, realizada no CIABA, presidida pelo Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto, Comandante do 4º DN, prestigiadíssima por importantes Autoridades civis, militares, empresários e armadores, além de um numero expressivo de Soamarinos. O cerimonial foi impecável obedecendo todo ritual, com a Leitura da Ordem do Dia e outras importantes mensagens alusivas ao evento. Na ocasião diversas personalidades foram condecoradas com o Mérito Tamandaré. No final um congraçamento com todos os presentes.
Alguns flashes feitos por Luis Celso especial para a coluna, ou seja, alguns homenageados e homenageadas com o Mérito Tamandaré.

Não está descartada a realização de mais um TRANS em Belém

Ainda não está descartada a realização em nossa capital de mais um TRANS, tudo dependerá dos colaboradores, já que no momento o SINDARPA não disponibiliza de recursos para arcar com as despesas. Como se trata de um evento que trará benefícios para o setor, acreditamos que chegará a bom termo, inclusive com apoio do nosso Governador Helder Barbalho.

MARESIAS

O jovem armador e empresário Dr. Breno Dias, novo presidente do SINDARPA. No próximo mês de janeiro, sua posse será festivamente comemorada, juntamente com os demais diretores.

Foi sucesso absoluto o Baile comemorativo ao DIA DO MARINHEIRO, que aconteceu no HANGAR. Ficamos sabendo que o Almirante Newton, é também um grande “Pé de Valsa”.

A Pará River Pilots foi uma das empresas premiadas, quando do Encerramento do PSNA – 2019, pela Capitania dos Portos. Seu presidente Prático Marcelo Salgado recebeu o Troféu.

Sem alardes, tudo indica que vai acontecer a dragagem da Bacia de Manobras do Porto de Belém, bem como da área que envolve o Terminal Petroquímico de Miramar. Já é sem tempo.

Nota mil. O Livro “O MAR COMO DESTINO”, lançado recentemente pelo nosso grande amigo Comandante Álvaro Almeida, uma das maiores expressões da Marinha Mercante Brasileira.

O atual Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni precisa dar um bordejo por Barcarena para ver de perto a situação do porto de Vila do Conde.

O Terminal de Turismo marítimo de Fortaleza vem apresentando ultimamente um grande movimento de navios de turismo estrangeiro. O mesmo poderia também acontecer em Belém.

Somente de agora a dois anos mais, a CODESP – Companhia Docas de São Paulo, deverá ser privatizada, isto mesmo, se até lá não acontecer acidente de percurso.

A Manobrasso, que em parceria com o Grupo Reicon, adquiriu a cábrea “Rio Branco” da CDP – Companhia Docas do Pará, conta agora com cinco equipamentos destinados a salvatagem inclusive.

Com a revitalização da Praça Princesa Isabel – Condor pela Prefeitura de Belém seria o ideal o funcionamento ali de um Terminal Hidroviário de Passageiros, conforme prometido.

Na Amazônia, estão localizados os principais rios da malha hidroviária brasileira, são eles o Tocantins, Solimões, Madeira, e Tapajós, por onde trafegam milhares de embarcações.

Hoje o numero de PRÁTICOS da ZP-1, (Rio Amazonas) é de cerca de 190 profissionais divididos em diversas empresas, o suficiente para atender a demanda de navios que se destinam a Manaus e portos intermediários. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
23 − 22 =