Camila Navegação colecionadora de prêmios no setor fluvial

0
58

A empresa de navegação fluvial CAMILA, que está crescendo com a Amazônia e que têm no seu Comando uma jovem e bela Srª. Drª. Priscila, que aparece na foto com o seu genitor empresário e armador Bené Pantoja e o colunista, mais uma vez foi escolhida como a melhor no transporte de passageiros, no final de mais um PSNA/2019 promovido pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR, fruto do trabalho dessa empresa, inclusive nos serviços de Travessias, sem registrar qualquer problema.
Pelo seu especial trabalho no setor fluvial a CAMILA já conta com uma serie de premiações em reconhecimento a tudo de bom que vem realizando na Amazônia Oriental.

Convidados ilustres na posse da Diretoria do CONAPRA

Além de importantes autoridades da Marinha do Brasil, outras civis estarão presentes, inclusive o Ministro de Infraestrutura Tarcisio de Freitas, além de outras importantíssimas autoridades, isso porque a PRATICAGEM tem papel de extraordinária importância no desenvolvimento do País. Sem PRÁTICOS os navios ficam a deriva.

CONVITE do CONAPRA para a Posse da nova Diretoria em Brasília

O colunista recebeu atencioso convite do CONAPRA – Conselho Nacional de Praticagem, para a cerimônia de posse da nova DIRETORIA, tendo como Diretor – Presidente o PRÁTICO amazônida da ZP-1 Ricardo Augusto Leite Falcão, hoje conhecido internacionalmente, graças a importantes funções exercidas, profissional de inteligência privilegiada muito reconhecida na área naval, ele que no momento também exerce a vice-presidência da Associação Internacional de Práticos Marítimos – IMPA.
O importante evento acontecerá no próximo dia 6 de fevereiro no Clube Naval em Brasília, com a presença de importantes convidados, inclusive altas patentes da nossa gloriosa Marinha do Brasil.

Estaleiro RIO MAGUARI lidera na construção fluvial na Amazônia

O mega – estaleiro Rio Maguari, responsável pela construção do maior numero das embarcações que operam no transporte de grãos na Amazônia, graças a sua extraordinária mão de obra, já está em preparativos para firmar mais um milionário contrato, que acontecerá através de recursos do Fundo de Marinha Mercante, questão de mais um tempinho.

MARESIAS

Alegra-nos o grande sucesso do PORTAL DA NAVEGAÇÃO. A nota sobre o novo presidente do CONAPRA-Conselho Nacional de Praticagem, gerou um número muito expressivo de acessos. Isto é muito bom, graças às informações precisas.

A HENVIL, para o colunista, sem favor nenhum foi a “Empresa de Navegação Fluvial do Ano/2019” por tudo de bom que vem realizando na rota do Marajó, operando um mega Ferry-Boat com capacidade para mais de mil passageiros. Nota 10.

A posse do novo presidente do CONAPRA – Conselho Nacional de Praticagem vai ocorrer em Brasília, precisamente no Clube Naval e, com certeza, será bastante prestigiada por importantes autoridades ligadas ao setor, inclusive da Marinha.

Os comboios fluviais de grande porte que transportam grãos em possantes barcaças para exportação através do porto de Vila do Conde oferecem a melhor segurança possível ao cruzarem os Estreitos de Breves, ao contrario do que pensavam.

A MEGA LOGÍSTICA a cada dia aumenta o seu potencial, assim o seu raio de ação além de Vila do Conde. Já está também em preparativos para chegar brevemente no porto de Santana – AP. o Marcão continua impossível. Nota 10.

A região do XINGÚ está colocando mais um xinguara na presidência do SINDARPA-Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre do Pará, o primeiro foi o saudoso Luiz Rebelo Neto e, agora, o jovem armador Breno Dias.

Com o completo asfaltamento da Rodovia Cuiabá/Santarém, o aumento de grãos vai crescer também via fluvial até o porto de Vila do Conde para exportação do produto. Em conseqüência também o número de Barcaças acionadas por possantes rebocadores.

O Grupo Bertolini, que chegou a Belém com apenas uma carreta, amparado pela JONASA no seu Terminal, é hoje uma potência, com seus maiores empreendimentos instalados em Manaus, inclusive um grande estaleiro. Em Belém está apenas com uma empresa filial de navegação.

Não será nenhuma surpresa para o colunista, se num futuro não muito distante a nossa Universidade do Mar – CIABA passar a ter no seu Comando um Contra – Almirante, como no CIAGA no Rio de Janeiro, resta, portanto aguardar mais um tempinho. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
22 − 2 =