DUAS GRANDES LIDERANÇAS do nosso Estado uma da navegação Fluvial e outra da pesca Industrial

0
36

Hoje o destaque da coluna vai para duas grandes lideranças, ambos de conceito nacional. Trata-se do Empresário e Armador Eduardo Carvalho, presidente do Grupo Paes Carvalho, e o outro, Empresário do setor industrial de Pesca e presidente do SINPESCA, Apoliano Nascimento, por sinal dois grandes amigos.
Ambos bastante conceituados junto a Marinha do Brasil, portadores inclusive de importantes honrarias, em reconhecimento a grande contribuição para o desenvolvimento do nosso estado. (Foto de Luis Celso para a coluna).

Possante comboio peruano já atendeu Belém

Há alguns anos passados o PERU, através da cidade de IQUITOS, manteve uma linha fluvial até Belém utilizando dois possantes REBOCADORES, que faziam a rota através dos rios Solimões e Amazonas conduzindo a contra bordo grandes alvarengas carregadas. As operações eram regulares e pertenciam à empresa Naviera Peruana, os Rebocadores de alta propulsão eram denominadas “EL TIGRE” e “GURARAI”. Seu agente em Belém era a Booth Line.

Um “passarinho” de Brasília que sobrevoou por Belém, jogou uma mensagem especial para o colunista sobre o nosso grande amigo Almirante-de-Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva, mensagem que dava a entender que a sua ESTRELA ainda vai brilhar muito mais. Eu acredito. Mas isto… depois eu conto. Na foto ele aparece com este seu amigo quando de sua última visita a Belém. Quem sabe, sabe. (Foto: Luis Celso).

Reunião da SOAMAR na Sala “Luiz Rebelo Neto”

Hoje, a partir das 17:00 horas, reunião da SOAMAR na Sala “Luiz Rebelo Neto”, importantes assuntos estarão em pauta. Na cabeceira o vice-almirante Newton de Almeida Costa Neto e a empresária Sônia Guedes.

MARESIAS

“Nada mais que um sonho de uma noite de verão”. Um deputado Federal amazonense está projetando ligar o Estado do Amazonas ao Pacífico através do rio Solimões, por via fluvial. Poder? Pode… mas nem pensar, por absoluta falta de recursos.

Os políticos amazonenses deputados federais e senadores do estado do Amazonas deveriam defender a construção de um novo porto público na capital baré, que no momento nem isto existe, o resto é conversa de políticos. Mas eu volto…

O maior estaleiro da Amazônia, responsável pela construção do maior número de embarcações fluviais do Brasil, que é o paraense “RIO MAGUARI”, vai muito bem obrigado, em preparativos para assinar novos contratos. O resto é “papo” furado.

Foi um grande sucesso o lançamento do livro “O MAR COMO DESTINO”, de autoria do amigo Comandante – CLC Álvaro Almeida. Uma história que vale a pena saber é o quanto esse paraense foi útil para a Marinha Mercante Brasileira, tanto na cabotagem como no longo curso.

O SINDAMPA-Sindicato das Agências Marítimas dos Estados do Pará, Amapá e Amazonas, é uma grande força no setor, por sinal, no próximo dia 31, na Assembléia Paraense, estará tomando posse a sua nova diretoria, que congrega diversas Agências.

Muita gente não sabe, mas a BNVC foi objeto de muitos elogios na imprensa da Grécia, pelo excelente trabalho realizado anos passados em um navio de bandeira desse, país que foi acidentado no rio Amazonas, com reparos nessa OM que possibilitou seu retorno em segurança ao seu País.

A inauguração da ponte nova sobre o Rio Moju vai ser uma grande festa, tenho certeza. Durante sua construção a Atlântica Matapi solucionou o serio problema ali com a utilização de seus possantes comboios, que foi objeto de muitos e muitos elogios.

O colunista agradeceu o especial convite da nova Diretoria do CONAPRA-Conselho Nacional de Praticagem para participar de sua posse no próximo dia 6, na capital federal, cujo evento acontecerá no Clube Naval e vai ser muito prestigiado.

O saudoso amigo armador Luis Rebelo Neto, tinha um projeto de colocar um navio de turismo fluvial (seria o catamarã “Amazonas”), para fazer a rota Belém/Manaus/Belém, com escalas na Mexiana, Santarém, Alter do Chão, Parintins, Boca da Valeria e Manaus. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
26 ⁄ 13 =