Terminal Hidroviário de Belém fecha ano com recorde de passageiros

0
18
Movimento de 2019 foi o maior desde a abertura do terminal, em 2014 (Agência Pará)

Fluxo cresceu 15% e registrou 846 mil usuários atendidos – o maior desde 2014

O Terminal Hidroviário de Belém fechou 2019 com mais de 846 mil usuários atendidos, um aumento de 15% em relação a 2018. O número é recorde em fluxo de passageiros desde a inauguração do espaço, em 2014.

“O aumento de 15% foi recebido com satisfação porque temos feito um trabalho intensivo para melhorar os serviços no Terminal Hidroviário de Belém. Ampliamos as linhas e isso refletiu em novos destinos e passageiros para as regiões do Marajó, Baixo Amazonas e Baixo Tocantins, principalmente. Procuramos fazer o melhor pelos usuários que utilizam o modal hidroviário como meio de transporte rápido, seguro e econômico”, destaca o presidente da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), Abraão Benassuly.

Três milhões e meio já passaram pelo terminal

De acordo com o relatório da Companhia, em 2014, o THB recebeu 296 mil passageiros, em 2015 foram 534 mil, 2016 foram 563 mil, 2017 foram 588 mil usuários. Já em 2018 foram 743 mil passageiros e 2019 foram registrados mais de 846 mil usuários, aumento de 15% em relação a 2018.

A média mensal de passageiros passou de 62 mil em 2018 para 71 mil em 2019. Julho de 2019 foi o mês mais movimentado no Terminal, quando foram registrados 3.221 passageiros por dia e 128.700 mil no mês.Desde a inauguração do local, em 2014, mais de 3,5 milhões de pessoas já passaram pelo espaço. O Terminal Hidroviário de Belém Luiz Rebelo Neto (THB), administrado pela Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH).

Marajó é destino mais procurado

Os destinos mais procurados pelos usuários no ano passado foram Camará (46%), Ponta de Pedras (21%), Macapá (12%), Soure (11) e Cachoeira do Arari (5%). Já os horários de maior movimento em 2019 foram de 6h às 9h30 e 12h30 às 16h, enquanto que os dias da semana com maior fluxo de embarques e desembarques foram segunda e sábado.

O Terminal Hidroviário de Belém funciona todos os dias da semana, das 6h às 20h, com oito linhas fluviais, sendo seis intermunicipais e duas interestaduais. Ao todo, 21 embarcações atendem esses serviços, que são oferecidos por 11 empresas de navegação.

As intermunicipais fazem o trajeto Belém – Barcarena (São Francisco) – Belém; Belém – Camará – Belém; Belém – Soure/Salvaterra – Belém; Belém – Cachoeira do Arari – Belém; Belém – Santa Cruz do Arari – Belém; Belém – Ponta de Pedras – Belém e Belém – Mocajuba – Belém. Já as interestaduais operam o percurso Belém – Macapá – Belém e Belém – Manaus – Belém.

Essas linhas atendem ainda 21 localidades entre os estados do Pará, Amapá e Amazonas. São elas: Almeirim, Belém, Barcarena, Breves, Cachoeira do Arari, Camará, Gurupá, Itacoatiara (AM), Juruti, Macapá (AP), Manaus (AM), Mocajuba, Monte Alegre, Óbidos, Parintins (AM), Ponta de Pedras, Prainha, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, Santarém e Soure.

Ampliação

O Terminal Hidroviário deve ganhar, em até 12 meses, o terceiro conjunto naval, que será instalado em frente ao galpão 10 da Companhia de Docas do Pará. A Companhia de Portos já contratou a empresa que vai elaborar o projeto executivo para construção do novo conjunto, que prevê plataforma, rampa metálica articulada e flutuante.

Com a medida, o Terminal de Belém deve aumentar em 30% o número de embarques e desembarques de passageiros, além de ampliar a capacidade física em 50%. “Até o final do mês vamos abrir a licitação para a empresa que vai realizar a obra”, diz Benassuly (com informações da Agência Pará).

Por Portal da Navegação, via Agência Pará

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
30 × 22 =