Dentro da mais absoluta cordialidade aconteceu mais uma importante reunião da SOAMAR-Belém

0
32
Vice-Almirante Newton reunido com diretores soamarinos após a reunião da SOAMAR.

O futuro presidente da SOAMAR Administrador de Empresa e empresário Relton Pinto. com o colunista

Realizou-se na última terça-feira, na Sala “Luiz Rebelo Neto”, a primeira reunião de 2020 da SOAMAR-Sociedade dos Amigos da Marinha – Belém, com a presença do Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto – Comandante do 4º Distrito Naval e Presidente do Conselho Superior da entidade, tendo ao seu lado a Presidente da entidade e um grupo seleto de soamarinos, que fazem parte da Diretoria. Da Pauta constaram os mais importantes assuntos especialmente voltados para ações sociais realizadas em 2019.
Na oportunidade foi selado o nome do vice-presidente ADMINISTRADOR DE EMPRESAS E EMPRESÁRIO Relton Osvaldo Pinto, que assumirá festivamente no próximo mês de maio, em data que será confirmada dentro demais alguns dias. Ele pretende dar continuidade ao excelente trabalho de sua antecessora. Como sempre, a Reunião aconteceu dentro da mais absoluta cordialidade. (Foto de Luiz Celso para a coluna).

Desemprego na área de Engenharia Naval e na Marinha Mercante

Um bom número de engenheiros navais, formados pela Faculdade de Engenharia Naval da UFPa – Universidade Federal do Pará, considerado como os melhores do Brasil, com elogios até no exterior, encontram-se desempregados, tendo em vista o fechamento de diversos estaleiros de grande porte no sul, nordeste e sudeste: Profissionais de alto nível técnico, estão tomando outros rumos. O mesmo já está acontecendo na Marinha Mercante Brasileira. Triste.

Bom Jesus Navegação tem grande liderança na região das Ilhas

A Empresa de Navegação BOM JESUS tem papel de grande importância para a região das Ilhas, atendendo com especial regularidade diariamente o transporte de passageiros, muito especialmente para Breves, mantendo em linha direta dois catamarãs construídos em Santa Catarina-SC, com um projeto na gaveta pronto para a construção de outros bi-cascos, para atender também outros municípios, com viagens rápidas, oferecendo conforto e segurança.

Final Feliz de uma importantíssima missão cumprida

Aconteceu a inauguração da nova ponte que atende a travessia no rio Moju. O empenho para que isto acontecesse em tempo recorde, foi do nosso jovem e dinâmico Governador, mas é muito justo acrescentar a pronta ação do conceituado Grupo Atlântica Matapi, que atendendo chamado do Governo, em poucos dias formou uma estrutura nas duas margens do rio, iniciando de imediato, através de comboios fluviais, o transporte de viaturas, cargas e passageiros cujo serviço foi coroado de êxito, com um final feliz, cheio de elogios ao Governo e a essa grande empresa.

MARESIAS

Dizem, não sei… que o ambiente lá no CASARÃO da Presidente Vargas está cada vez mais alterado, tendo em vista as possíveis mudanças que poderão ocorrer a qualquer momento. Nada demais, porque ninguém é eterno em função pública.

Pelo menos duas empresas de navegação fluvial chegaram a pensar no investimento de novas embarcações, mas deram marcha a ré, porque tão cedo funcionará a Hidrovia do Tocantins. Nem as Pedras do Lourenço tem data de retirada.

O porto de Belém conta com espaço para a construção de um Terminal de Turismo Marítimo, hoje pertencendo ao Governo do Estado, que poderia muito bem ser construído pelo nosso grande Governador Helder Barbalho. Seria muito bom.

O porto de Itaqui em São Luiz do Maranhão recebeu três prêmios da ANTAQ-Agência Nacional de Transportes Aquaviários, enquanto isto o de Belém, que já teve os seus dias de glória, merecia simplesmente um ZERO. Estou certo, ou errado?

O colunista realizou muitas pescarias a bordo do Iate “Dona Stella”, do saudoso armador Waldemiro Lustoza, algumas vezes presente também o saudoso Almirante-de-Esquadra Maximiano da Fonseca, que era Ministro da Marinha. Recordar é viver.

Nosso grande amigo Roobin Buernett, sempre bem informado, lá em Londres, dos grandes amigos que deixou em Belém, através da nossa coluna, Portal da Navegação bordeja nos dias de sua publicação. Isto é muito bom.

A Policia Hidroviária Federal, ficou mesmo só na promessa. Seria um órgão de extraordinária importância para a maior Bacia Fluvial do Estado, para dar uma basta nos bandidos que constantemente estão atacando nossas embarcações.

Para dar conta do transporte de grãos na Amazônia, vai ser necessária a construção de mais um grande numero de Rebocadores e Barcaças Fluviais. A produção especialmente de soja aumenta a cada dia em todas as direções da região.

O poderoso Grupo Santos Brasil, presente inclusive em Vila do Conde, já colocou em pratica um novo aplicativo em suas operações com contêineres, tudo em função de dar maior segurança a carga transportadas nesses cofres de aço. (AS)

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
24 × 21 =