“Não há suspeitas de coronavírus no Porto do Itaqui”, diz Emap

0
14
Porto do Itaqui, em São Luís — Foto: Divulgação/Emap

Tripulante foi levado para um hospital particular, em São Luís, onde foi constatado um infarto.

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) negou a informação de que um navio havia sido isolado no Porto do Itaqui, em São Luís, por conta de um caso suspeito de coronavírus.
Por meio de nota, a Emap disse que um tripulante do navio procedente dos Estados Unidos precisou de cuidados médicos por apresentar dor de cabeça e formigamento no braço. O plano de emergência foi acionado e o tripulante foi levado de ambulância para um hospital particular, na capital, onde foi constatado um infarto.
“Não há suspeitas de coronavírus no Porto do Itaqui, nem, tampouco, qualquer navio isolado em nossa área primária”, diz a nota da Emap.
O navio atracou no Porto do Itaqui no último dia três após obter a Certidão de Livre Prática da Anvisa, que atesta não haver a bordo doenças de risco epidemiológico.
A nota ainda afirma que a operação do navio segue normalmente e as equipes de Saúde e Segurança da Emap e da Anvisa seguem em alerta para combater a entrada do novo coronavírus na capital.

Leia a íntegra da nota

“A EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária informa que nesta quinta-feira, 6, um tripulante do navio Condor Arrow, procedente dos Estados Unidos, precisou de cuidados médicos por apresentar dor de cabeça e formigamento no braço. O Plano de Emergência foi acionado e imediatamente o tripulante foi levado de ambulância para o Hospital UDI, onde foi constatado um infarto. O navio atracou no Porto do Itaqui no dia 3 após obter a Certidão de Livre Prática da Anvisa, que atesta não haver a bordo doenças de risco epidemiológico. A operação do navio segue normalmente e as equipes de Saúde e Segurança da EMAP e da ANVISA seguem em alerta para combater a entrada do coronavirus. A EMAP informa, ainda, que não há suspeitas de coronavírus no Porto do Itaqui, nem, tampouco, qualquer navio isolado em nossa área primária. O Porto do Itaqui conta com um Plano de Contingência para Assuntos de Interesse Internacional em Saúde Pública e segue as orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde cabíveis aos pontos de entrada (portos e aeroportos). Caso esse Plano de Contingência seja acionado, o navio não recebe a autorização da Anvisa para atracar e a inspeção da embarcação é feita ainda na área de fundeio. No dia 30 de janeiro, recebemos a Anvisa em nosso porto para uma reunião técnica e de alinhamento de ações de controle que estão sendo tomadas em todo o país”.

Por Portal da Navegação, via G1 MA — São Luís

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
26 × 10 =