Antecipado a cerimônia de posse do novo Comandante do 4º Distrito Naval para o dia 3 abril

0
62

Em função do problema relacionado com a epidemia do CORONAVIRUS, a posse do novo Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Valter Citavicius Filho, foi antecipada para o dia 3 de abril, em cerimônia fechada. O evento será presidido pelo CON – Comandante de Operações Navais da Marinha através de Vídeo-Conferência, ainda o Almirante-de-Esquadra Leonardo Puntel, tendo em vista que seu substituto Almirante-de-Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva ainda não tomou posse nessa importante função, ele que também foi Comandante do 4º Distrito Naval, onde realizou um excelente trabalho, muito reconhecido nos quatro estados de sua Jurisdição. Nosso grande amigo Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto. (que aparece na foto com o colunista), seguirá brevemente outra caminhada, onde, com certeza, terá grande sucesso. (Foto: Luis Celso).

Poderoso Grupo REICON caminhando para meio século

O conceituado Grupo REICON, que opera em diversos segmentos ligados ao setor, hoje capitaneado pelo jovem empresário e armador José Rebelo III, está perto de comemorar meio século de relevantes serviços prestados ao Brasil, inclusive levou a sua experiência da Amazônia para o sul, sudeste e nordeste, onde hoje está presente. Trabalho iniciado na região do Xingu, com apenas uma embarcação. Com certeza vai ter “SAMBA”.

Amazônia ficou de fora no ultimo mapeamento da Engepron

Com certeza a ENGEPRON – Empresa Gerencial de Projetos Navais, deve saber que aqui na Amazônia, funciona também um mega – estaleiro, que é o RIO MAGUARI devidamente qualificado para construir qualquer tipo de embarcação. No ultimo mapeamento lamentavelmente a nossa região ficou de fora, o RIO MAGUARI por sinal tem hoje referencia internacional, por tudo de bom que vem fazendo na área da indústria naval.

MARESIAS

Hoje a ZP-1 (Zona de Praticagem do Rio Amazonas) conta com três mulheres exercendo as funções de PRÁTICO, todas elas vieram do sul e sudeste, merecidamente aprovadas em Concurso Público realizado pela Marinha através da DPC – Diretoria de Portos e Costas.

Todas elas são portadoras de Curso Superior, uma, por sinal, Velejadora, inclusive com mais de 60 anos de idade, mas desempenhando a função com muita força e vigor, sem nenhum problema. Isto é muito bom e nota 10 para todas elas que são fascinadas pela Amazônia.

A HENVIL Transportes, que opera também na rota do Marajó, o maior Ferry- Boat do Brasil, de viaturas e passageiros, continua seguindo com toda regularidade as recomendações dos órgãos competentes da área naval e de saúde. Isto é muito bom para os seus usuários.

Em função do que aconteceu com o navio de turismo no porto de Manaus vindo da Alemanha recentemente, as empresas responsáveis pelos CRUZEIROS até a capital amazonense, suspenderam a vinda dos últimos navios da temporada que ainda cruzariam o rio Amazonas.

O TRIBUNAL MARÍTIMO no Rio de Janeiro publica Livro alusivo aos seus 85 anos. A cerimônia de lançamento foi bastante prestigiada. Melhores detalhes com fotos, inclusive, a coluna publicará no decorrer da próxima semana. Essa Corte tem como presidente o amigo Alte. Lima Filho.

O Grupo RUDELA também adiou os almoços de confraternização entre os seus participantes, segundo seu Diretor Professor Mecenas Gonçalves. Assim que tudo voltar à normalidade, as homenagens continuarão, quando voltaremos a informar.

Os Sindicatos, tanto empresariais, como de trabalhadores ligados ao setor aquaviário, precisam agora de maior apoio e ajuda financeira do Governo para levarem em frente o trabalho em defesa dos seus associados, muito especialmente agora.

O Governo do Estado, hoje proprietário do navio fluvial “Barcarena”, que se encontra na lama de Miramar, onde funcionou o estaleiro da ENASA, bem que poderia passar em frente o mesmo, antes que seja totalmente “sucateado”. Difícil será encontrar interessado, mas… não custa nada tentar.

Seguro morreu de velho. A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR continua tomando providências, sempre objetivando a segurança da navegação, como fez recentemente, com relação ao tráfego no rio Maguari provisoriamente. (AS).

Hoje a ZP-1 (Zona de Praticagem do Rio Amazonas) conta com três mulheres exercendo as funções de PRÁTICO, todas elas vieram do sul e sudeste, merecidamente aprovadas em Concurso Público realizado pela Marinha através da DPC – Diretoria de Portos e Costas.

Todas elas são portadoras de Curso Superior, uma, por sinal, Velejadora, inclusive com mais de 60 anos de idade, mas desempenhando a função com muita força e vigor, sem nenhum problema. Isto é muito bom e nota 10 para todas elas que são fascinadas pela Amazônia.

A HENVIL Transportes, que opera também na rota do Marajó, o maior Ferry- Boat do Brasil, de viaturas e passageiros, continua seguindo com toda regularidade as recomendações dos órgãos competentes da área naval e de saúde. Isto é muito bom para os seus usuários.

Em função do que aconteceu com o navio de turismo no porto de Manaus vindo da Alemanha recentemente, as empresas responsáveis pelos CRUZEIROS até a capital amazonense, suspenderam a vinda dos últimos navios da temporada que ainda cruzariam o rio Amazonas.

O TRIBUNAL MARÍTIMO no Rio de Janeiro publica Livro alusivo aos seus 85 anos. A cerimônia de lançamento foi bastante prestigiada. Melhores detalhes com fotos, inclusive, a coluna publicará no decorrer da próxima semana. Essa Corte tem como presidente o amigo Alte. Lima Filho.

O Grupo RUDELA também adiou os almoços de confraternização entre os seus participantes, segundo seu Diretor Professor Mecenas Gonçalves. Assim que tudo voltar à normalidade, as homenagens continuarão, quando voltaremos a informar.

Os Sindicatos, tanto empresariais, como de trabalhadores ligados ao setor aquaviário, precisam agora de maior apoio e ajuda financeira do Governo para levarem em frente o trabalho em defesa dos seus associados, muito especialmente agora.

O Governo do Estado, hoje proprietário do navio fluvial “Barcarena”, que se encontra na lama de Miramar, onde funcionou o estaleiro da ENASA, bem que poderia passar em frente o mesmo, antes que seja totalmente “sucateado”. Difícil será encontrar interessado, mas… não custa nada tentar.

Seguro morreu de velho. A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR continua tomando providências, sempre objetivando a segurança da navegação, como fez recentemente, com relação ao tráfego no rio Maguari provisoriamente. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
10 × 12 =