Promovidos a “QUATRO ESTRELAS” em pleno exercício das funções de Comandante do 4º Distrito Naval

0
64

Em toda história do Comando do 4º Distrito Naval, apenas dois de seus Comandantes, foram promovidos a Almirantes-de-Esquadra em pleno exercício da função. O primeiro foi o saudoso amigo Luiz Leal Ferreira, depois de alguns anos, o segundo, também grande amigo do colunista, Ademir Sobrinho, cuja troca de Platinas aconteceu numa manhã festiva em pleno jardim do Comando, evento que foi muito prestigiado, não só por autoridades civis e militares, como também soamarinos e outros ilustres convidados como aparece na foto de arquivo do colunista. A troca das Platinas foi feita pelo Alte. Palmer e pela esposa, Drª. Poliane.
Com certeza o Almirante Sobrinho jamais esquecerá Belém, já que tem uma bela filha paraense, ele que hoje trabalha em Brasília. RECORDAR É VIVER. (Foto: Luis Celso).

CMA CGM vai operar nove navios movidos a gás liquefeito

A empresa CMA CGM, que desde quando estatal do Governo francês, atendia com regularidade o porto de Belém, hoje ligada à iniciativa privada, vai operar uma frota de nove navios porta – contêineres todos movidos a gás natural liquefeito, cada um com capacidade para transportar 23 mil TEUS. O primeiro levou o nome de “Jacques Saad”. Verdadeiros “gigantes do mar” de 400 metros de comprimento.

Empresa de Praticagem que também se destaca no Rio Amazonas

A empresa de Praticagem NORTEPILOT, que foi fundada pelo nosso amigo de muitos anos, Prático Luiz Omar Pinheiro, também muito conhecido nos meios esportivos, conta com um quadro muito especial de profissionais, inclusive alguns timoneiros, que ainda serviram a APBAM, por sinal sempre solicitados.

CENTRONAVE já teve diversas Delegacias, inclusive em Belém

O CENTRONAVE – Centro Nacional de Navegação Transatlântica, hoje sediada em São Paulo, nos bons tempos, funcionava com diversas Delegacias, inclusive em Belém. Na ocasião um dos Diretores era o Comandante Ney Câmara Valdez, Oficial Superior da Reserva da Marinha. Ele, em Belém, foi também Diretor da L. Figueiredo Navegação. Era um verdadeiro príncipe.

MARESIAS

Comenta-se no setor que a Bacia de Manobras do Porto de Belém deverá ser dragada, assim como a Área que dá acesso ao Terminal Petroquímico de Miramar. Já é sem tempo.

Um pouquinho atrasado vai o meu abraço ao querido amigo Dr. Cipriano Sabino Junior – Vice-Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Pará. Gente da melhor qualidade.

Pelo que se observa a situação não está tão braba, como muitos dizem. Neste Carnaval diversas personalidades da área bordejaram por Miami nos E.U.A. Muito bom.

Graças ao dinamismo do atual Secretário de Estado de Turismo, já se pode observar muita coisa especial na área turística de nossa capital. Falta uma “espiada” a Mosqueiro.

Com uma linha fluvial Belém/Mosqueiro/Belém, com certeza absoluta, o turismo iria levantar a Ilha. A promessa do atual Prefeito Zenaldo, infelizmente… não aconteceu.

Tem muita gente no setor sentindo saudades da Tenente Adriane Santiago, que vinha colaborando de uma maneira destacada também com a nossa SOAMAR, sempre dando boas informações.

Com excelente recuperação já voltando ao batente o nosso grande amigo CLC – Comandante Álvaro Almeida, presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante. Muito bom.

Os dias estão passando e nada da “injeção financeira” no PORTUS, prometida pelo Governo Federal, deixando seus dependentes aflitos, especialmente os aposentados e pensionistas.

O movimento de navios, tanto nacionais como estrangeiros, aumentou consideravelmente na rota do rio Amazonas, com entrada através da Barra Norte. Isto é muito bom.

Não será nenhuma surpresa para o colunista, se o Comandante Santiago, agora na Reserva, ele que foi Comandante da CPAOR, voltar a Belém para o exercício de uma função civil.

Muita gente não sabe, mas o Maranhão deu dois Almirantes-de-Esquadra, ambos, por sinal quando vices, foram Comandantes do 4º DN. Hernani Fortuna e Kleber Luciano de Assis, criado em Marabá.

Nosso amigo Prático Linésio Junior, da ZP-1, passou o Carnaval em Macapá, atendendo navios que demandam o rio Amazonas, para Portos intermediários, de grandes portes. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
10 ⁄ 5 =