No Rio de Janeiro – Tribunal Marítimo realizou décima Sessão de Julgamento por videoconferência com sucesso absoluto

0
10

No dia 28 de maio, o Tribunal Marítimo (TM) realizou a décima Sessão de Julgamento por videoconferência.
Iniciada no dia 22 de abril, essa Sessão – pioneira na história da “Corte Marítima Brasileira” – e obteve a marca de 421 visualizações. A iniciativa tem o objetivo de dar continuidade aos julgamentos enquanto perdurar o estado de emergência causado pela COVID-19.
A realização dos julgamentos por videoconferência foi estabelecido pela Portaria Nº 20, de 08 de abril de 2020 e a publicidade da sessão está garantida por sua transmissão ao vivo pelo canal do TM no Youtube.
Os julgamentos e a apreciação de representações são realizados nesse formato normalmente às terças e quintas, às 13h30, nos moldes que ocorriam no plenário do Tribunal e tem sido visualizado por uma média de 150 pessoas a cada sessão. Somente nesse período, foram apreciadas 80 representações e julgados 82 processos.
Vale registrar que, nas sessões de julgamento, os advogados também participaram, realizando suas sustentações orais, bem como os (as) Procuradores (as) da Procuradoria Especial da Marinha apresentaram suas manifestações. As sessões transcorreram sem nenhuma anormalidade e é intuito do TM envidar esforços para seguir transmitindo as sessões pelo canal do Youtube mesmo após o retorno das sessões presenciais.

CPAOR sempre alerta objetivando a segurança da navegação

Elogiável trabalho que vem sendo realizado pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, mantendo em alerta sua Força-Tarefa, objetivando a segurança, mas, lamentavelmente, ainda tem empresas burlando as recomendações dessa importante OM da nossa Marinha, como aconteceu há poucos dias entre dois comboios, que se chocaram nas proximidades de Belém em plena Guajará. Muito lamentável, porque a segurança é obrigação de todos.
Hoje a CPAOR tem no seu Comando um Oficial Superior CMG muito dinâmico, por sinal paraense, que é o Comandante Manuel Pinho, que também conta com uma equipe de alto nível.

Empresa ARAPARI pioneira nos serviços de Travessias

A empresa ARAPARI NAVEGAÇÃO, pioneira nos serviços de Travessias, especialmente na rota do Arapari, através de velozes lanchas, devidamente autorizada pelo órgão competente, faz também a rota do Marajó. Essa empresa, ao longo dos anos opera com seu Terminal na Siqueira Mendes-Cidade Velha, com projeto inclusive de uma breve repaginação, para melhor atender seus clientes. Muita gente não sabe, mas essa empresa tem contribuído muito para o desenvolvimento de Barcarena, de onde o nosso saudoso amigo Laurival Cunha foi Prefeito.

Praticagem da Barra ganha prestígio internacional por tudo de bom que vem fazendo

As altas patentes da Marinha do Brasil, tiveram o prazer de visitar a nova sede da secular Praticagem da Barra do Pará, em local privilegiado na Cidade Velha, com vazão para a baía do Guajará, não pouparam elogios não só pela arquitetura mas também pela presença de equipamentos de ponta, voltados para o monitoramento dos navios que demandam a área da sua jurisdição, serviços de escuta funcionando permanentemente, dia e noite, com operadores bilíngue.
Justiça se faça, mas a Barra do Pará, que goza de muito conceito junto às Autoridades Navais, está colocada entre as mais bem organizadas do seu gênero em todo o Brasil. O prêmio ANTAQ não seria nenhum favor, com a palavra o Diretor do órgão, nosso bom amigo dr. Mário Póvia.

MARESIAS

Ainda continua de pé o Programa BR do Mar do Governo Federal, objetivando ampliar a navegação de cabotagem nos navios estrangeiros, para atender a Costa Brasileira até Manaus.

Nos finais de semana bordejam um grande número de jet-skis pelas proximidades do COMBÚ e outros locais próximos a Belém. Com certeza não existe restrição para esses equipamentos náuticos.

O engenheiro José Alfredo de Albuquerque e Silva, novo Diretor de Gestão Portuária da CDP, assumiu essa função imbuído os melhores propósitos, com uma especial bagagem portuária. Eu acredito.

As embarcações que trafegam pelas proximidades de Belém parece que não estão sintonizando a Rádio Marinha-FM. Essa Rádio transmite importantes mensagens orientando os navegantes. Olho vivo.

A coluna pode afirmar com a mais absoluta certeza, que tão cedo não haverá Concurso para Praticante de Prático, isso porque todas as ZPs estão com efetivo além do necessário. Anotem, por favor.

Se não ocorrer acidente de percurso, um Almirante da Reserva poderá voltar a Belém. Só não me perguntem o nome dele e a função pública que ele poderá exercer. Ele foi Comandante do 4º DN.

Os portos de Santana-AP e Santarém-PA, ainda no decorrer deste ano, deverão receber outros importantes grupos, inclusive internacional. Isso será muito bom, porque vai trazer novos empregos também.

Essa “lenga-lenga” entre o Presidente Bolsonaro e o Governador do Maranhão ainda vai sobrar para a EMAP-Empresa Maranhense de Administração Portuária, que administra o porto de Itaqui…

O Super Ferry-Boat “São Gabriel” da HENVIL Transportes, foi objeto de destaque nacional. Não existe outro igual na América do Sul. Empreendimento arrojado dessa conceituada empresa de navegação.

A CDP-Companhia Docas do Pará teve dois Coronéis da Reserva do Exército com presidentes, meus amigos Raul Moreira e Nélio Lobato, este, por sinal, foi também Prefeito de Belém. Diariamente eles visitavam, sempre pela manhã, o porto.

Muito bem organizada a MARINE, do Grupo Atlântica Matapi. Segurança dia e noite. Todo seu espaço sempre lotado de embarcações de passeio dos mais variados tipos e, o melhor, tudo dentro das normas recomendadas pelo órgão competente.

Depois de mais de um século, o belo ROADWAY – Porto Flutuante de Manaus e, que só existe outro igual na Antuérpia, vai passar por uma completa repaginação. Nos bons tempos, era a atração turística ao cair da tarde em Manaus. Saudades… (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
9 × 10 =