Cábrea “Rio Branco” nova em folha para atender qualquer operação voltada para o setor fluvial, marítimo e naval

0
43

Na foto, a Cábrea “Rio Branco”, hoje ostentando a bandeira da REICON, totalmente repaginada e, ainda mais, com potência aumentada para movimentar agora até 240 toneladas, no mercado para realizar qualquer trabalho, inclusive de reflutuação de embarcação e outros serviços, contando com uma equipe muito especial e qualificada.
Como se sabe, esse possante equipamento foi adquirido pela REICON da CDP-Companhia Docas do Pará, depois de muitos anos sem operar, ocioso no cais do porto de Belém. Sua primeira operação com a nova Bandeira, foi realizada com absoluto sucesso no Mega Estaleiro Rio Maguari, consignando os melhores elogios.
A referida Cábrea passou por uma série de melhoramentos objetivando atender da melhor forma possível os seus clientes, mantendo agora um trabalho compartilhado com a nacional MANOBRASSO. (Foto: Guzzo Júnior).

Grupo Santos Brasil é destaque através do Tecon/Convicon em Vila do Conde

O Tecon/Convicon da Santos Brasil, localizado no porto de Vila do Conde, vem aumentando cada vez mais sua movimentação graças ao bom trabalho ali desenvolvido, proporcionando operações rápidas, com uso especial de modernos equipamentos no atendimento às áreas de importação e exportação, com expressivo número de contêineres.
Como se sabe, a Santos Brasil cresce também em Santos-SP e Imbituba-SC, sendo considerada a Maior Operadora Portuária do país, com grande parte de seus equipamentos importados e operadores altamente especializados, tornando seu trabalho, além de rápido, seguro.

Navio “Barcarena” do Governo do Estado a caminho da sucata

Há alguns anos na lama encalhado em Miramar, onde funcionou o Estaleiro da ENASA, o navio “Barcarena”, de propriedade do Governo do Estado do Pará, já está mais para sucata, totalmente abandonado desde quando deixou de servir ao Corpo de Bombeiros Militar.
A referida embarcação bem que poderia ser recuperada e designada para atender a linha fluvial Belém/Mosqueiro/Belém no transporte de passageiros, se possível fosse, numa parceria com uma empresa de navegação particular. Se isto não acontecer, ele se acabará de vez no local onde se encontra.

Homenagem

Com certeza absoluta, pelo seu grande trabalho realizado a frente da CPAOR, o CMG Manuel Pinho ao deixar o Comando desta importante OM da Marinha, isto no início de 2021, merecidamente vai ser homenageado pelo SINDARPA.

Mudanças ainda poderão acontecer na diretoria da CDP

Pelo que informam lá de Brasília, poderá acontecer uma nova mudança no quadro diretor da CDP-Companhia Docas do Pará, com a chegada agora na estatal dos participantes do “Centrão”. Na pauta um novo presidente estaria na ponta da linha para assumir.
Além dessa informação, comenta-se pela “beira do cais” que estão ocorrendo diversos mudanças nos cargos de chefias, contrariando antigos servidores da empresa, que não sabem o seu destino. Uma verdadeira “guerra de nervos” para aqueles que já passaram dos 60 anos.

MARESIAS

O armador e empresário dr. Breno Dias, jovem muito dinâmico, vem sendo a grande revelação no setor aquaviário em toda a Amazônia, hoje também presidente do SINDARPA.

Todos os setores, estarão recebendo ajuda financeira do governo. A navegação fluvial, que foi muitíssimo prejudicada, espera receber também, porque na região os rios são as estradas…

No início do próximo ano o nosso amigo CMG Manoel Pinho estará deixando o Comando da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental. Seu substituto já está designado.

Sem Favor nenhum, vai deixar uma grande bagagem de bons serviços prestados, como especial trabalho o seu “torrão natal”. Dois anos se passando rapidamente.

Recebido de Nelson Chaves: “Obrigada querido amigo, por tua generosa referência com que me distinguiste em tua prestigiada página em “O Liberal” decorrente de nossa amizade que me honra há mais de 40 anos”.

Entre os jovens que estão se destacando cada vez mais no setor está o bom caráter Vitor Pereira, Diretor da HENVIL-Transportes, que também faz parte da Diretoria do SINDARPA.

Depois de algum tempo o Terminal SOTAVE, localizado na Ilha do Outeiro, de propriedade da CDP-Companhia Docas do Pará, passou a farinar, o que não acontecia há muito tempo.

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, vem consignando muitos elogios pelo excelente trabalho que vem realizando nessa Pasta, inclusive do setor aquaviário.

Muita Gente não sabe, mas o empresário e armador Relton Osvaldo Pinto, há alguns anos passados foi homenageado pelo Governo japonês. Ele comenta isto com muito orgulho.

Santarém, que cresce cada vez mais no setor aquaviário, poderá ganhar no governo Helder Barbalho, um novo Terminal Hidroviário de Cargas e Passageiros, Isto será muito bom.

Recebido de Nelson Chaves: “Obrigado querido amigo, por tua generosa referência com que me distinguiste em tua prestigiada página em “O Liberal” decorrente de nossa amizade que me honra há mais de 40 anos”.

Depois de algum tempo o Terminal SOTAVE, localizado na Ilha do Outeiro, de propriedade da CDP-Companhia Docas do Pará, passou a faturar, o que não acontecia há muito tempo. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
23 × 4 =