Grande amigo: Ex-DPC, hoje Almirante-de-Esquadra na função de Chefe do Estado Maior da Armada não esqueceu o colunista

0
26

Sempre muito gentil, o Almirante-de-Esquadra Cláudio Portugal de Viveiros, que recentemente foi promovido a “Qautro Estrelas”, hoje no exercício de Chefe do Estado-Maior da Armada, teve a gentileza de agradecer as notas publicadas por este colunista, com quem aparece na foto, quando ainda vice-almirante Diretor de Portos e Costas – DPC, visitou a nossa capital em recepção social oferecida ao mesmo pela nossa SOAMAR no Clube de Oficiais da Marinha, na Vila Naval.
Como já informamos anteriormente, ele quando Diretor de Portos e Costas-DPC, realizou um excelente trabalho, conhecendo de perto todos os problemas da Amazônia. (Foto: Luis Celso).

“Tucunaré” Aviso Patrulha da Marinha do Brasil cuja denominação foi sugestão deste colunista

Muita gente não sabe no setor, mas a denominação do AP “Tucunaré”, que serve ao Comando do 4º Distrito Naval, partiu deste colunista. Já estava decidido que seria o nome de um “peixe do mar”, mas com a nossa ideia junto ao Comando do 4º DN, o nosso pedido foi devidamente atendido, já que “Tucunaré” é um “peixe nobre” de água doce e já existia uma outra embarcação com essa denominação.
Por sinal, o AP “Tucunaré” tem prestado relevantes serviços à Marinha, através do 4º Distrito Naval, como aconteceu ainda recentemente com aquele super carregamento ilegal de madeira. Desculpem a modéstia, mas está aí de testemunha o meu grande e querido amigo empresário cearense Gil Bezerra, presidente do Estaleiro Inace.

Henvil Transportes fazendo agora outras rotas

A Henvil Transportes, que solucionou o problema de transportes fluviais para o Marajó, especialmente Soure e Salvaterra, através de confortáveis ferry-boats, oferecendo absoluta segurança e conforto, agora está também atendendo outras localidades no transporte de passageiros, tudo dentro das normas recomendadas pelas autoridades da Marinha, bem como sanitárias, para melhor atendimento aos seus usuários. Por sinal a Henvil opera o maior ferry-boat de viaturas e passageiros do Brasil, denominado “São Gabriel”.

Novas nomeações na CDP deixam antigos servidores frustrados

Confirmaram-se os”boatos” que corriam solto pela beira do cais. Aconteceram novas nomeações no Quadro da Empresa, todos eles de Brasília, deixando o pessoal do quadro-concursado, técnicos da estatal, “a ver navios…”. Uma completa frustração voltou a acontecer, o que é muito lamentável.
Segundo novos comentários, o pior está por vir para os servidores com mais de 60 anos de idade, todos eles com vasta experiência e ainda muita força e vigor para fazer o seu melhor. Pergunta-se, por onde anda o SINDICATO representativo dos mesmos? Parece não se importar, deixando a defesa dos seus associados para escanteio. Com melhores dados a coluna voltará dentro de mais alguns dias, com detalhes, mesmo porque, com certeza a “Dona Justa” está de olho…

Servidores do Quadro da CDP estão sendo jogados para escanteio…

Para os paraenses, nada. Além do Diretor-Presidente, agora o novo Diretor de Gestão Portuária da CDP-Companhia Docas do Pará, são enviados de Brasília. Hoje, apenas um diretor da estatal é servidor, desempenhando a função de Diretor Financeiro, até agora, isto mesmo por força do Estatuto e indicação dos funcionários através dos dois Sindicatos.
No quadro da CDP existem técnicos de alto nível, alguns deles com mais de três cursos superiores, mas, infelizmente, parece que não estão sendo aproveitados, tanto assim que mais duas novas técnicas vindas de Brasília assumiram, segundo informações de um robusto cedepeano. Até quando?

MARESIA

A SULNORTE, que estará também se estabelecendo na cidade de Santarém, pertence ao tradicional Grupo Sergipano H.DANTAS, que por muitos anos operou na cabotagem para Belém.

A MERCOSUL LINES deverá aumentar futuramente a sua frota de navios de cabotagem na rota de Manaus, com novos navios porta-contêineres. Isto confirmaremos.

Ainda neste mês mais dois catamarãs estão previstos para entrar em tráfego no transporte de passageiros. Um na linha expressa de Santarém e, o outro, no baixo Tocantins.

Tem gente nova desfilando pelo “Casarão” vindo de Brasília, enquanto os servidores do Quadro continuam “a ver navios…”. Manda quem pode, já dizia o velho mestre.

A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental-CPAOR continua dando duro nos infratores. O CMG Manoel Sobrinho (e toda sua equipe) continua impossível, no bom sentido.

Muitas promessas, até agora, ligadas ao setor não foram cumpridas, começando pelo Pedral do Lourenço, Polícia Hidroviária Federal e a esperada reflutuação do navio “HAIDAR”.

O Dia Marítimo Mundial, decorrido recentemente, não teve aqueles festejos de antes. Pouca coisa foi feita envolvendo o nosso Dia. Tudo por conta da Covid-19.

Os maiores navios que hoje operam a cabotagem brasileira são de capital estrangeiro e pertencem às empresas ALIANÇA Logística e Navegação e Mercosul Lines.

Não seria nenhum favor, repetimos, se o Prêmio ANTAQ deste ano fosse dirigido à Praticagem da Barra do Pará, por tudo de bom que vem realizando. Com a palavra o bom Mário Póvia.

O jovem armador paraense presidente do Grupo REICON, dr. José Rebelo III, mesmo com o vice-presidente da FENAVEGA, tem feito muita coisa boa em favor do setor aquaviário.

Muita gente não sabe, mas o primeiro presidente da ENASA foi um Agente de Navegação. Edmar Burlamaqui Freire, indicado por Jarbas Passarinho. Era um gentleman.

Não existe uma sede da Praticagem tão bem arquitetada no Brasil como a da Praticagem da Barra do Pará. Uma verdadeira obra de arte, que levou a assinatura de Aurélio Meira. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
17 − 10 =