Apex vai realizar em novembro importante evento em São Paulo

0
34

Apex, que inclusive mantém uma unidade Belém, apesar da pandemia, mantém a realização do Fórum de investimentos do Brasil para o próximo mês de novembro. Esse importante órgão é vinculado ao ministério das relações exteriores.
As datas previstas são para os dias 9 e 10 precisamente na capital paulista, no Hotel Transamérica, quando estarão em Pauta os mais importantes ponto para o evento já foi iniciada a expedição de convites.
Aliás, da Diretoria da Apex faz parte um grande amigo deste colunista, ou seja, ouvir seu Mirante ( RM 1) edervaldo Teixeira de Abreu Filho que foi comandante do 4º distrito naval, onde, por sinal, realizou um grande trabalho sendo muito estimado na capital paraense.
Na foto a atual Diretoria da Apex quando a sua recente visita à Belém (Foto: Luiz Celso).

Ainda a criação da FENAVEGA com trabalho do saudoso armador Luiz Rebelo Neto

Sem favor nenhum, se hoje existe em pleno funcionamento a FENAVEGA, deve-se em grande parte ao trabalho do saudoso amazônida do armador Luiz Rebelo Neto, que com a diplomacia do seu bom trabalho, conseguiu unir o Norte com o Sul e Sudeste, envolvendo inclusive grandes empresas. A sede da entidade funcionava no Rio de Janeiro, ocasião em que o colunista teve a grande satisfação de visitá-la. Como presidente da FENAVEGA, Luiz Rebelo Neto esteve com Ministro da Marinha, a quem transmitiu um circunstanciado relatório sobre a navegação fluvial da Amazônia, pedindo uma série de providências para o setor, inclusive a criação da Polícia Hidroviária Federal que, lamentavelmente, continuando papel, mas com grandes possibilidades de ainda funcionar. Honra ao seu mérito.

Importante investimento está sendo anunciado para o porto de Vila do Conde

Tudo indica que num futuro próximo o porto de Vila do Conde deverá receber um importante investimento, ligado ao setor de energia (Termoelétrica). Tudo muito bem, porém, a localização questionada envolve área de operação portuária, segundo os comentários que correm solto na beira do cais.
Aliás, ainda sobre a estatal portuária consta também que a mesma estaria tomando providências para fazer as cobranças indevidas das dívidas em aberto pelo Governo do Estado, e com isso, naturalmente, está fora a estadualização da empresa, como estava sendo anunciado. Resta, portanto, aguardar os acontecimentos, porque a intenção do governo federal é privatizar ou estadualizar as Companhias Docas. Eu volto.

Trabalho muito especial da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental

Desde que iniciou a operação “Verão 2020”, no dia 26 de junho, a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR realizou 265 abordagens em embarcações, sendo 37 delas notificadas e 7 apreendidas. Foram instaurados também dois inquéritos de acidentes e fatos da navegação. As ações foram iniciadas nos municípios paraenses de Belém, Salinas, Icoaraci, incluindo orla de Belém, portos e Terminal Hidroviário da cidade.
A CPAOR esteve presente também em Marabá, Soure, Salvaterra, Bragança, Igarapé-Miri, Muaná e Abaetetuba. As fiscalizações continuam sendo intensificados na travessia e nas praias paraenses.
A ação tem como objetivo reforçar ações de fiscalização por meio de inspeções navais, com objetivo de assegurar a salvaguarda da vida humana no mar, rios e lagos, a segurança da navegação e a prevenção da poluição hídrica oriundo de embarcações.

MARESIAS

Transportes fluviais de passageiros da Amazônia em parte normalizando dentro das recomendações do órgão competente ponto nem precisa explicar o porquê.

O novo Diretor de Portos e Costas vice-almirante Alexandre Cursino d’Oliveira, que assumiu recentemente, já é também leitor da coluna. Muito bom.

O atual Secretário Nacional de Pesca, Jorge Seif Junior, continua consignando muitos elogios do empresário Apoliano Nascimento, Presidente do SINPESCA.

A situação do assoreamento na área do Terminal Petroquímico de Miramar continua cada vez pior, quase impedindo as manobras dos navios petroleiros.

Muita gente não sabe, mas a coluna, nos dias de sua publicação em “ O Liberal”, bordeja pelos navios mercantes, através do Portal da Navegação. Muito bom.

A tripulação do NT “Dragão do Mar”, da Transpetro, pública no seu quadro de bordo, inclusive, numa iniciativa do seu Comandante Ricardo Monteiro. Muito bom.

A torcida no setor é grande pelo funcionamento do novo Terminal de Passageiros anunciado pela Prefeitura de Belém na praça da Condor/beira-mar, antes do final do ano.

Muitos paraenses talvez não saibam que o Estado do Pará é o que mais exporta produtos minerais, além de outros importantes produtos pelo porto de Vila do Conde.

Tudo Indica que pelo menos dois candidatos a vereador na próxima eleição representarão o setor fluvial da nossa capital, com grande possibilidade de serem eleitos.

A Cábrea “Rio Branco”, hoje do Grupo REICON, já está sendo cogitada para realizar uma nova operação, aqui mesmo na Amazônia, mas isto depois eu conto.

Até o final deste ano, possivelmente novos comboios fluviais estarão cruzando os Estreitos de Breves, carregados de grãos, rumo ao porto de Vila do Conde.

Servidores da CDP-Companhia Docas do Pará na faixa de 60 anos de idade, com muita força e vigor, estão querendo voltar logo ao trabalho. Muito justo. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
27 + 6 =