Dois importantes eventos foram realizados no CIABA – Troca de Platina e Investidura de Comandante-Aluna da EFOMM

0
239

Os alunos dos 2° e 3° anos da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM), no Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), reiniciaram o ciclo escolar com a Cerimônia de Troca de Platinas, que ocorreu em 26 de janeiro, apenas com o público interno.
Na ocasião, foi realizada, pelo Comandante do CIABA, a Troca de Platinas da aluna Beatriz Oliveira da Silva, 1ª Comandante-Aluna do Corpo Discente da EFOMM.
Desde o ingresso das mulheres nas fileiras da EFOMM do CIABA, no ano 2000, essa é apenas a segunda vez que o Corpo de Alunos tem uma mulher como Comandante. A primeira vez foi em 2018.
Segundo a Comandante-Aluna Beatriz Oliveira da Silva, do Curso de Náutica, exercer o posto de Comandante-Aluna é gratificante por representar o Corpo de Alunos da EFOMM. Ela também acredita que com responsabilidade, dedicação e muito empenho, conseguirá executar as tarefas inerentes ao cargo da melhor forma possível.

Um ano se aproxima de muitas realizações

Um paulista de apenas 56 anos, hoje Comandante do 4° Distrito Naval, Valter Citavicius Filho, onde realiza um excelente trabalho, é conhecedor dos problemas amazônicos. Já serviu, inclusive, em Manaus há alguns anos passados.
No próximo dia 3 de abril essa Autoridade da nossa Marinha completa um ano na função, marcado por grandes realizações, mesmo enfrentando os sérios problemas voltados para a COVID-19, com certeza nessa data teremos um encontro festivo lá no CASARÃO da Vila Naval. Eu acredito.

Funcionamento pleno da Hidrovia do Tocantins continua na promessa

Nenhum político, com exceção do Senador Jader Barbalho, tanto do Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás e Mato Grosso, levantaram bandeira lá em Brasília, junto ao Planalto em defesa da Hidrovia do Tocantins, que com seu pleno funcionamento viria trazer benefícios para todos esses Estados.
Um dos principais obstáculos é sem qualquer dúvida o Pedral do Lourenço, cuja derrocagem estagnou, até o momento pouca coisa aconteceu, constando até que existem “forças ocultas” no circuito. Todo mundo sabe que o modal hidroviário é sem qualquer contestação o mais econômico. Eu vou, mas eu volto ao assunto.

Alguns anos passados dois Cursos foram extintos no CIABA

A EFOMM – Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante contava também, há alguns anos passados, com os cursos de Comissário Mercante e Radiocomunicação, ambos foram extintos, ficando apenas Náutica e Máquinas, mas a Marinha através da DPC – Diretoria de Portos e Costas, deu oportunidade para esses profissionais portadores das Cartas, de fazerem adaptações na própria EFOMM-CIABA para Náutica. Todos tiveram o sucesso merecido, alguns chegaram até Capitão-de-Longo Curso e, um deles, inclusive, foi Professor do CIABA.

Recebemos de Bordo do Navio-Tanque da TRANSPETRO “João Cândido” a Mensagem transmitida pelo seu Comandante CLC Ricardo Monteiro

Quando estávamos navegando de São Sebastião-SP para Singapura, ao sabermos do falecimento do Comandante Juarez Távora, resolvemos prestar as devidas condolências com toque de “SILÊNCIO”, tendo toda tripulação presente para esse momento difícil para os familiares.
O falecido CLC Juarez Távora foi Comandante da FRONAPE/PETROBRAS nos navios VLOG’s como o “CAIRU”. Formado em 1979 na EFOMM do CIAGA no Rio de Janeiro, exercia as funções de Inspetor de Segurança dos Terminais na Baía da Guanabara.
Verdadeiro companheirismo. Só os homens livres e de bons costumes tomam uma atitude como essa.

BEIRA DO CAIS

Meu amigo Almirante-de-Esquadra Cláudio Portugal de Viveiros, que assumiu a alta função de Presidente do Supremo Tribunal Militar, em Brasília, agradeceu as notas publicadas na coluna. Isto é muito gratificante.

O Almirante Viveiros, quando ainda vice-almirante Diretor de Portos e Costas – DPC, esteve algumas vezes em Belém em visita de trabalho, onde sempre era homenageado pela nossa SOAMAR, quando a bela Milva Rebelo era presidente.

A nossa gloriosa Marinha do Brasil, que tem papel dos mais importantes também em todas as direções da Amazônia, realizou mais um grande feito, transportando com a mais absoluta segurança oxigênio para Manaus, para salvar vidas.

A Praticagem do Brasil, através do CONAPRA – Conselho Nacional de Praticagem, esteve representada na posse do novo Presidente do Superior Tribunal Militar em Brasília, Almirante-de-Esquadra Cláudio Portugal de Viveiros. Muito bom.

O maior Comboio Fluvial que já cruzou o rio Madeira, na rota de Porto velho, foi da HERMASA, com 40.000 toneladas de grãos destinados ao Terminal da empresa em Itacoatiara, no rio Amazonas. No seu Comando um CLC, por sinal, amazonense.

Tudo ocorreu sem nenhum problema. Hoje isto não acontece mais, tendo em vista sérios problemas que envolvem uma navegação com segurança, só depois da conclusão da dragagem em alguns trechos e os devidos balizamentos, que estão por conta do DNIT.

A falta que faz um PRÁTICO a bordo de navio… se tivesse um profissional naquele super graneleiro, que se acabou a poucos minutos da Zona de Praticagem, isto no vizinho Estado do Maranhão, não teria acontecido aquele acidente de grandes proporções.

É por isto que nos países de primeiro mundo os PRÁTICOS são conhecidos como “Zeladores do Patrimônio Público e Privado”, conforme já repetimos por diversas vezes. Praticagem é coisa séria. Uma categoria milenar, que só os leigos desconhecem.

A bela Tenente Lorens, da Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Marítimo no Rio de Janeiro, muito gentilmente agradeceu as notas publicadas. Muitíssimo gratificante. Com todo respeito, vai um beijo e uma rosa. (AS).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

Seu comentário
Seu nome

Solve : *
23 × 28 =